Geral

FLAGRA: motorista invade preferencial, colide em casal em moto e tenta fugir na Via Parque

Alisson Bruno da Silva de 24 anos motorista do Peugeot 208, branco, placas OOL-8713, de Campo Grande (MS), foi detido há pouco, após se envolver em um acidente de trânsito. Equipes da BPTran (Batalhão de Policiamento de Trânsito) estiveram no local e tiveram de conduzir o condutor até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) […]

Arquivo Publicado em 14/09/2014, às 14h13

None
733205509.jpg

Alisson Bruno da Silva de 24 anos motorista do Peugeot 208, branco, placas OOL-8713, de Campo Grande (MS), foi detido há pouco, após se envolver em um acidente de trânsito. Equipes da BPTran (Batalhão de Policiamento de Trânsito) estiveram no local e tiveram de conduzir o condutor até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro de Campo Grande.

De acordo com testemunhas, Antônio Francisco estava em uma motocicleta Yamaha YBR 125 seguindo pela Via Parque, quando Alisson que dirigia um Peugeot 208, branco, placas OOL-8713, de Campo Grande (MS), que seguia pela Rua Naviraí, não respeitou a sinalização e colidiu com a moto.

Em seguida, ele tentou fugir. Na garupa da moto estava Marli Bueno dos Santos, 48, que ficou ferida no acidente, e foi levada consciente e orientada para atendimento médico.

Duas mulheres em outra motocicleta que passava pelo local, viram o acidente e a tentativa de fuga, e chegou a pular sobre o carro para conter o motorista. O Corpo de Bombeiros e o  BPTran (Batalhão de Policiamento de Trânsito) foram acionados.

Os militares socorreram os feridos que estavam na motocicleta. Eles foram encaminhados para a Santa Casa de Campo Grande.

Os populares disseram que o motorista tinha sinais de embriaguez. Diante da polícia, ele não quis fazer o teste de etilômetro e repetia que só faria o exame ou falaria algo diante do advogado.

Além disso, o condutor partiu para cima de uma das testemunhas que estavam sendo ouvidas pelos policiais. Com isso, ele foi preso.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens pelo WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.(Matéria atualizada para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax