Geral

Felipão diz que levar Copa não é difícil mas se perder já tem plano de fuga

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, afirmou na manhã desta sexta-feira (7) em Brasília que “não é tão difícil assim” vencer a Copa do Mundo, mas que se por algum acaso der errado e o Brasil perder, ele já tem um plano de fuga. “Existe respeito pelos adversários, mas não será tão difícil […]

Arquivo Publicado em 07/02/2014, às 18h14

None

O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, afirmou na manhã desta sexta-feira (7) em Brasília que “não é tão difícil assim” vencer a Copa do Mundo, mas que se por algum acaso der errado e o Brasil perder, ele já tem um plano de fuga. “Existe respeito pelos adversários, mas não será tão difícil assim conquistar a Copa do Mundo”, afirmou Felipão durante aula magna aos alunos do IDP (Instituto Brasiliense de Direito Público), do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes. ” Não tem nada de difícil para mim, neste momento, para ser campeão do mundo no Brasil. Não tem nada”.

“Se perder, tem uma embaixada do Kwait aqui do lado e eu peço asilo”, brincou Felipão sobre a possibilidade de um revés no Mundial da Fifa (a embaixada do país árabe fica próxima ao local da palestra). Durante os cerca de 40 minutos de duração do evento, Felipão mostrou-se bem humorado e bastante confiante na seleção brasileira. “Por que eu estou tranquilo hoje? Porque está tudo planejado, tudo organizado. Pode não estar pronta uma ou outra coisinha no aspecto do futebol, de escolha de um ou outro jogador, porque futebol muitas vezes tem que mudar uma ou outra coisa. O resto está tudo pronto”, disse o técnico brasileiro.

Felipão aproveitou a ocasião para elogiar o coordenador técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira. “Hoje eu tenho uma pessoa do meu lado, que é o professor Carlos Alberto Parreira, que é espetacular. Totalmente diferente da minha forma de pensar e agir. E é ótimo, porque me faz crescer”, disse, e agradeceu à CBF a liberdade e autoridade que tem para realizar o planejamento para a Copa. “É por isso que eu digo a vocês: podem ficar tranquilos, nós vamos chegar lá. Não com a facilidade normal, mas vamos chegar. Nos temos que provar que somos os melhores e temos condições para isso”.

Durante a palestra, acompanhada por cerca de 300 alunos da faculdade, além de Mendes e do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que também falaram ao público. Felipão falou também sobre sua carreira, a importância dos estudos e da disciplina para o sucesso na vida.

Jornal Midiamax