Geral

Extrema direita tem forte avanço nas eleições municipais da França

A extrema direita registrou um forte avanço nas eleições municipais deste domingo na França, nas quais a esquerda sofreu um retrocesso e a direita, um pequeno avanço, segundo resultados preliminares. Uma pesquisa de opinião do instituto BVA para o jornal Le Parisien indicou que a direita teria, em média, 48% dos votos no primeiro turno […]

Arquivo Publicado em 23/03/2014, às 22h09

None

A extrema direita registrou um forte avanço nas eleições municipais deste domingo na França, nas quais a esquerda sofreu um retrocesso e a direita, um pequeno avanço, segundo resultados preliminares. Uma pesquisa de opinião do instituto BVA para o jornal Le Parisien indicou que a direita teria, em média, 48% dos votos no primeiro turno nas cidades com mais de 3,5 mil habitantes, e a esquerda, 43%. A Frente Nacional (extrema direita) teria 7% dos votos, encabeçando o escrutínio em várias cidades de médio porte.

A presidente da Frente Nacional, Marine Le Pen, comemorou a “colheita excepcional” conseguida por seu partido de extrema direita. O porta-voz do Partido Socialista (PS), David Assouline, criticou a “alta importante e inquietante” da extrema direita.

O presidente da UMP (direita), Jean-François Copé, assegurou que as condições para uma “grande vitória” de seu partido estavam reunidas frente ao segundo turno. “É capital que aquelas e aqueles que votaram na Frente Nacional para expressar sua ira e exasperação contra a esquerda deem seus votos aos candidatos da UMP no segundo turno”, disse Copé.

As eleições foram marcadas por uma forte abstenção, ao redor de 35%, segundo as pesquisas. Tratou-se do primeiro teste eleitoral importante desde a chegada ao poder do socialista François Hollande, há quase dois anos.

“A bofetada antecipada chegou efetivamente para a esquerda”, avaliou Gael Sliman, diretor do instituto BVA, que divulgou a pesquisa de boca-de-urna.

Jornal Midiamax