Geral

Dzeko desencanta, e eliminada Bósnia frustra Irã com vitória

Edin Dzeko finalmente desencantou, jogou bem e foi decisivo para a Bósnia e Herzegovina. Na tarde desta quarta-feira, a equipe europeia jogou bem para conquistar sua única vitória no Grupo F da Copa do Mundo: já eliminada, fez 3 a 1 na Nigéria, em partida disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador. O resultado serviu […]

Arquivo Publicado em 25/06/2014, às 18h12

None

Edin Dzeko finalmente desencantou, jogou bem e foi decisivo para a Bósnia e Herzegovina. Na tarde desta quarta-feira, a equipe europeia jogou bem para conquistar sua única vitória no Grupo F da Copa do Mundo: já eliminada, fez 3 a 1 na Nigéria, em partida disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador. O resultado serviu para frustrar os asiáticos, que entraram em campo com esperanças de avançar às oitavas de final.

O Irã precisava de combinação de resultados para se classificar para o mata-mata da Copa do Mundo: era necessária vitória da Argentina sobre a Nigéria, o que ocorreu por 3 a 2, e triunfo contra os bósnios, tirando saldo de gols. Nesse cenário, os iranianos avançariam se fizessem dois gols a mais que o adversário. Ocorreu o contrário: Dzeko fez a diferença e, quando a Bósnia permitiu a reação, já era tarde demais.

Assim, o Grupo F termina com a argentina líder, com nove pontos e 100% de aproveitamento, e a Nigéria na segunda colocação, com quatro pontos. A Bósnia e Herzegovina pelo menos deixou a última colocação com a vitória, e se despede com três pontos. Os iranianos são os lanternas, com apenas um ponto conquistado.

Jornal Midiamax