Geral

Dilma “bate um bandejão” com Garotinho em campanha no Rio

A presidente da República e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, “bateu um legítimo bandejão” na tarde desta quarta-feira, em campanha num restaurante popular em Bangu, no subúrbio do Rio de Janeiro. Em seu segundo ato na capital fluminense, Dilma foi acompanhada por um aliado nestas eleições, o deputado federal licenciado e candidato ao […]

Arquivo Publicado em 27/08/2014, às 16h56

None

A presidente da República e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, “bateu um legítimo bandejão” na tarde desta quarta-feira, em campanha num restaurante popular em Bangu, no subúrbio do Rio de Janeiro.

Em seu segundo ato na capital fluminense, Dilma foi acompanhada por um aliado nestas eleições, o deputado federal licenciado e candidato ao governo do Estado Anthony Garotinho (PR). A presidente, que se atrasou em uma hora e meia para o evento, sentou-se numa mesa e fez um almoço-relâmpago.

Em dez minutos, sempre ao lado de Garotinho, ela comeu arroz, feijão, salada de alface, milho e berinjela, tomou um refresco a base de guaraná natural, mas deixou de lado a sopa de legumes servida. Tampouco a candidata terminou o prato, deixando restos de arroz e feijão no prato, além de não ter consumido a abóbora espelhada, outro item do cardápio.

A visita da presidente da República causou tumulto no restaurante popular de Bangu, uma vez que, inevitavelmente, muitos curiosos se aproximaram de Dilma ao término do almoço. Ela distribuiu beijos, cumprimentou cozinheiros e teve dificuldade para deixar o local. No total, ela permaneceu por meia hora no restaurante, bandeira de campanha do candidato do PR.

Por esta razão, nem Dilma, tampouco Garotinho conversaram com a imprensa no local. Quatro fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) filmaram todo o evento para apurar se alguma irregularidade foi cometida por ambos os candidatos.

A campanha de Garotinho, líder da pesquisa Ibope divulgada na última terça-feira para o governo do Rio, aproveitou a oportunidade para também filmar a ação, que deve ser usada na propaganda eleitoral gratuita na TV. Dilma, que tem apoio dos quatro fortes postulantes ao Palácio Guanabara no Estado fluminense, voltará ao Rio ainda para fazer campanha com Marcelo Crivella (PRB) e Lindberg Farias (PT). O atual governador e candidato à reeleição, Luiz Fernando Pezão, abriu a agenda da campanha da presidente, no mês passado, em ato numa churrascaria da Baixada Fluminense.

Jornal Midiamax