Geral

Depois de passar dias na UTI, recém-nascida é morta por cachorro ao chegar em casa

Especialistas reiteraram que adultos não devem deixar crianças sozinhas com animais

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 16h43

None
2039507783.jpg

Especialistas reiteraram que adultos não devem deixar crianças sozinhas com animais

A polícia apreendeu nesta terça-feira (18) o cachorro de estimação de uma família do País de Gales, no Reino Unido, depois de ele morder a cabeça de uma menina de seis dias.


A menina, Eliza-Mae Martha Mullane, foi encontrada morta ao lado de Nisha, um cachorro da espécie Malamute do Alasca.


Os vizinhos da família disseram que a mãe da criança, Sharon John, 42, estava em choque. A criança passou três dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em um hospital da cidade logo que nasceu. Entretanto, ela sofreu o ataque do cachorro no primeiro fim de semana em casa.


Uma amiga da família disse que o casal Sharon e Patrick Mullane se organizou para ter um novo bebê, mas que não imaginavam que uma tragédia poderia acontecer com a família.


— Em um minuto eles tinham um pacote de alegria nas mãos e todas essas coisas que pais recentes imaginam para seus filhos. No minuto seguinte, eles perderam sua filha de uma forma tão trágica.


Amigos da família disseram que o cachorro tinha cinco ou seis anos e acreditam que o animal pode ter sido maltratado no passado. Jennifer Brown, uma moradora da região, encontrou com Nisha na rua, minutos depois do ataque. Ela resolveu chamar a polícia porque disse que não é comum cachorros andarem sozinhos no bairro.


A família também tem outro cachorro, um terrier chamado Roxy. Atualmente, a Roxy está sob cuidados de uma vizinha.


Os moradores de Pontyberem estão assustados com a tragédia. Políticos e responsáveis pelo serviço de emergência se pronunciaram sobre o caso. Organizações de proteção aos animais reiteraram que pais nunca devem deixar seus filhos sozinhos com animais de estimação.

Jornal Midiamax