Geral

Depois de ACP, Sisem se reúne com Olarte por reajuste salarial para os servidores

Membros do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) deixaram há pouco o gabinete do prefeito Gilmar Olarte (PP) na manhã desta quarta-feira (30). Agora membros do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande/MS) estão no gabinete. O presidente do ACP, Geraldo Gonçalves, disse que estão negociando com o prefeito, que irá à […]

Arquivo Publicado em 30/04/2014, às 12h27

None

Membros do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) deixaram há pouco o gabinete do prefeito Gilmar Olarte (PP) na manhã desta quarta-feira (30). Agora membros do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande/MS) estão no gabinete.

O presidente do ACP, Geraldo Gonçalves, disse que estão negociando com o prefeito, que irá à assembleia extraordinária na sede do sindicato nesta tarde, para conversar com a categoria.

O sindicato pede que a prefeitura cumpra a Lei 5.189/13, aplicando, a partir de 1º de maio, o percentual de 92,20 do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério (PSPN) para uma jornada de 20 horas semanais. Atualmente, o valor integral do Piso Nacional é de R$ 1.697,37. “Não vamos abrir mão do cumprimento de 92,90% do piso. Ele tem que atender”, declarou.

Na noite de segunda-feira (28), os servidores municipais votaram indicativo de greve. Segundo Gonçalves, Olarte teria prometido consultar o Tribunal de Justiça de MS e o Tribunal de Contas do Estado sobre o cumprimento da Lei 5.189/13, sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Jornal Midiamax