Geral

Continua investigação sobre roubo e morte de jovem que anunciou carro pela internet

A Polícia Civil continua as investigações do empresário Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos. De acordo com a delegada Maria de Lourdes Cano, da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (defurv), durante a segunda-feira (7), foram feitas diligências para esclarecer o caso. Porém, para não prejudicar o inquérito, a delegada não divulga […]

Arquivo Publicado em 07/04/2014, às 21h23

None

A Polícia Civil continua as investigações do empresário Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos. De acordo com a delegada Maria de Lourdes Cano, da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (defurv), durante a segunda-feira (7), foram feitas diligências para esclarecer o caso. Porém, para não prejudicar o inquérito, a delegada não divulga detalhes sobre a investigação.

Presos – Três suspeitos com idades entre 18 e 25 anos e uma adolescente, de 17 anos estão detidos. Eles contaram à polícia que a escolha do veículo do empresário não foi aleatória. Eles levaram em conta o tipo de carro, a potência do motor, caso entrassem em uma perseguição, e a “saída” dele para “passar para frente”.

Desaparecido por cinco dias – O empresário desapareceu por volta das 16 horas de terça-feira (1º), após sair de casa para se encontrar com um possível comprador do carro que ele havia anunciado no site de vendas online Bom Negócio. Conforme a família, ele teria ido encontrar o suposto comprador próximo da rotatória e da fábrica da Coca-Cola.

A mulher da vítima tentou ligar para o celular do empresário, que estava desligado. O pai, Lino Bernal de 57 anos, então foi à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro registrar um boletim de ocorrência.

Corpo – A Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv) investigou o caso e achou o corpo de Erlon no domingo (6), em uma fossa no bairro São Jorge da Lagoa, já em estado de decomposição.

Jornal Midiamax