Geral

Constatada a presença de Helicoverpa armigera em pastagens do MS

Depois de atacar culturas como soja, milho, algodão e café, entre outras, foi constatada a presença de Helicoverpa armigera em pastagens no estado do Mato Grosso do Sul. Essa descoberta é o primeiro caso tornado público nessa cultura e foi detectada por Edson Borges, diretor-executivo da Fundação Chapadão. “Já está confirmado, por meio do nosso […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 20h29

None

Depois de atacar culturas como soja, milho, algodão e café, entre outras, foi constatada a presença de Helicoverpa armigera em pastagens no estado do Mato Grosso do Sul.

Essa descoberta é o primeiro caso tornado público nessa cultura e foi detectada por Edson Borges, diretor-executivo da Fundação Chapadão.

“Já está confirmado, por meio do nosso entomologista da Fundação Chapadão, a presença de Helicoverpa armigera na região de Camapuã, Paraíso das Águas, entre pessoas que fazem a ‘Integração Lavoura Pecuária’, ou produzem semente de soja”, afirmou Borges.

“Estamos na época da colheita, então o alimento da lagarta termina e ela acaba indo para a pastagem, que está frutificando. É o que ela gosta de comer, a semente. Percebemos isso há 20 dias, e estamos calculando o prejuízo”, lembra.

A forma de controle, ainda é uma preocupação para os produtores, pois ainda não há produto registrado para essa cultura. Pesquisadores e produtores rurais pesquisam e verificam o comportamento da Helicoverpa armigera para ver se é semelhante ao que ela tem na cultura de grão, para em seguida procurar um produto e esperar pelo registro, mas enquanto isso não acontece o prejuízo pode ocorrer.

Jornal Midiamax