Geral

Com interdição, Prefeitura volta a usar lixão até concluir obra de novo aterro sanitário

Com a chamada ‘área de transição’ interditada pela Justiça, o lixo produzido em Campo Grande volta a ser jogado diretamente no ‘lixão’, na região do Dom Antônio Barbosa. Enquanto isso, a Prefeitura tenta derrubar parcialmente a ordem judicial, no que se refere à criação de outro espaço para o despejo dos dejetos. A área de […]

Arquivo Publicado em 02/06/2014, às 13h24

None
2016026889.jpg

Com a chamada ‘área de transição’ interditada pela Justiça, o lixo produzido em Campo Grande volta a ser jogado diretamente no ‘lixão’, na região do Dom Antônio Barbosa. Enquanto isso, a Prefeitura tenta derrubar parcialmente a ordem judicial, no que se refere à criação de outro espaço para o despejo dos dejetos.

A área de transição fica no mesmo terreno do lixão. Lá, o lixo era depositado para que catadores fizessem a separação do material reciclado.

Esta área de transição deveria ser utilizada até a conclusão da Unidade de Tratamento de Resíduos, ainda em obras.

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, confirmou na manhã desta segunda-feira (2) que a Prefeitura vai tentar derrubar parcialmente a ordem. Sem poder usar a área de transição, o lixo vai para o velho aterro, por enquanto.



Jornal Midiamax