Geral

Com 41 mortes no trânsito, poder público e sociedade civil fazem blitze em Campo Grande

Com 41 mortes no trânsito em Campo Grande, de janeiro a maio deste ano, segundo a Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito), o GGIT (Gabinete de Gestão Intergrada de Trânsito), que reúne segmentos do poder público e da sociedade civil realizam o ‘Maio Amarelo, com o intuito de diminuir o número de mortos. Amarelo é […]

Arquivo Publicado em 30/05/2014, às 21h19

None
765291564.jpg

Com 41 mortes no trânsito em Campo Grande, de janeiro a maio deste ano, segundo a Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito), o GGIT (Gabinete de Gestão Intergrada de Trânsito), que reúne segmentos do poder público e da sociedade civil realizam o ‘Maio Amarelo, com o intuito de diminuir o número de mortos. Amarelo é por conta da cor no semáforo que significa atenção.

De acordo com o tenente-coronel da Bptran (Batalhão de Polícia de Trânsito), Jonildo Theodoro, o objetivo da campanha é o de tentar reduzir em 50 % o número de vítimas que morrem no trânsito da Capital, em relação a 2013. Ainda segundo o tenente-coronel, mesmo com as 41 mortes, Campo Grande já teve diminuição de 10 % em relação ao ano passado, comparando o período de janeiro a maio.

“70% dos mortos são motociclistas, por isso, além das blitze educativas, as nossas fiscalizações também têm o intuito de retirar os motociclistas inabilitados”, diz Jonildo.

Ainda de acordo com a Bptran, a GGIT, tem um grupo de análise de acidentes, que analisam cada ocorrência com morte. “A maioria das causas dos acidentes são imprudência, negligência ou imperícia [não habilitado]”, argumenta.

“É uma tentativa de melhorar a conscientização dos motoristas, principalmente por causa do número de acidentes”, comenta o marceneiro Emerson Luis de Souza de 33 anos.

“O pessoal anda apressado demais. Tenho 72 anos, viajo pelo País e nunca participei de nenhum grave”, lembra o ferroviário aposentado Sinval Geraldo Souza.

A GGIT é formado pela Santa Casa, Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS), Conselho Estadual de Trânsito (Cetran-MS), Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Agência Municipal de Trânsito (Agetran), Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano (Assetur), Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Secretaria de Estado de Saúde MS (SES), Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran), Corpo de Bombeiros e Conselho Regional de Psicologia.


Jornal Midiamax