Geral

Com 1% de intenção de votos, PTN considera resultado favorável

O pré-candidato ao Governo do Estado, Luiz Pedro Guimarães (PTN) comentou sobre a pesquisa divulgada pelo Midiamax nesta quarta-feira (11) e que mostra que 1% dos entrevistados declarou votar na legenda. Para Guimarães o percentual representa a possibilidade de estar nos debates e considera números favoráveis. A convenção do Partido Trabalhista Nacional será no dia […]

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 18h27

None
1666904196.jpg

O pré-candidato ao Governo do Estado, Luiz Pedro Guimarães (PTN) comentou sobre a pesquisa divulgada pelo Midiamax nesta quarta-feira (11) e que mostra que 1% dos entrevistados declarou votar na legenda. Para Guimarães o percentual representa a possibilidade de estar nos debates e considera números favoráveis.

A convenção do Partido Trabalhista Nacional será no dia 30 de maio, e somente após esta data, o partido deve oficializar a candidatura, entretanto, Luiz Pedro garante que o PTN irá disputar as eleições para o Governo do Estado.

O pré-candidato afirmou que tem realizado pesquisas internas e que vê como vantagem os índices de rejeição. “A grande vantagem que vejo são os índices de rejeição e de desconhecimento, e isso é favorável, porque agora temos todo o período de campanha para fazer o trabalho”, disse.

Luiz Pedro analisa positivo o percentual. “Dentro do universo de todos os eleitores, e em meio a outros candidatos já tradicionais como o PMDB, cujo pré-candidato já foi vereador e prefeito por oito anos, e outro que é senador a 12 anos”, afirmou o pré-candidato.

Para ele, o resultado destas eleições pode surpreender. “As pessoas não pretendem votar nos mesmos candidatos”, afirmou Luiz Pedro. “Os outros tem estrutura muito forte. O PSDB tem uma candidatura para a Presidência e faz oposição mesmo ao PT, já o PMDB está no governo do Estado, ou seja, há uma diferença muito grande entre esses candidatos e o meu nome”, analisou.

Luiz Pedro afirmou que agora dá início à corrida eleitoral. “Esse 1% já me permite estar presente nos debates”, disse o pré-candidato.

Jornal Midiamax