Geral

Cobrança de até R$ 3 por banheiro no Carnaval divide foliões

A cobrança pelo uso de banheiros ou a simples proibição, por parte de bares e lanchonetes, dividiu os foliões que pularam o bloco do Jegue Eelétrico, neste domingo, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Pela Avenida Brasil, já próximo à Avenida Rebouças, estabelecimentos ostentaram um, dois e até três avisos grandes de que banheiros […]

Arquivo Publicado em 02/03/2014, às 22h44

None

A cobrança pelo uso de banheiros ou a simples proibição, por parte de bares e lanchonetes, dividiu os foliões que pularam o bloco do Jegue Eelétrico, neste domingo, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

Pela Avenida Brasil, já próximo à Avenida Rebouças, estabelecimentos ostentaram um, dois e até três avisos grandes de que banheiros ali eram só para os clientes. Em uma unidade da rede Habibs, na esquina da Brasil com a rua Teodoro Sampaio, o aviso até permitia uso de banheiro ao não cliente – desde que com a retirada de uma ficha de R$ 3 no caixa.

“Isso é um absurdo. A gente paga tanto imposto para não ter nem onde se aliviar com a festa na rua?”, reclamou o zelador Valter Bessa, 46 anos, de Pinheiros. Se ele próprio permitiria o acesso do folião se fosse o comerciante? “Sim, mas não em um dia como hoje. A menos que a pessoa consumisse”, ressalvou.

Jornal Midiamax