Cidadãos vão poder realizar cadastro online para seleção da casa própria

Nesta sexta-feira (22), às 19h30, na Esplanada Ferroviária, a Agência Municipal de Habitação de Campo Grande lançará o programa EMHA Digit@l, no qual os cidadãos poderão realizar o cadastro para participar da seleção da casa própria ou atualizar os dados. Na oportunidade, mais de 200 famílias participarão da assinatura de contratos de regularização fundiária (pessoas […]
| 22/08/2014
- 22:47
Cidadãos vão poder realizar cadastro online para seleção da casa própria

Nesta sexta-feira (22), às 19h30, na Esplanada Ferroviária, a Agência Municipal de Habitação de Campo Grande lançará o programa EMHA [email protected], no qual os cidadãos poderão realizar o cadastro para participar da seleção da casa própria ou atualizar os dados.

Na oportunidade, mais de 200 famílias participarão da assinatura de contratos de regularização fundiária (pessoas que moravam em áreas públicas irregulares há mais de 10 anos).

O serviço foi criado para atender a população que tem dificuldade de comparecer na EMHA para se cadastrar ou atualizar os dados pessoais. Com mais esta opção, a Agência espera oferecer eficiência e agilidade no atendimento, já que atualmente consta com 70 mil pessoas cadastradas que aguardam a oportunidade de serem contempladas com um imóvel próprio.

Os cidadãos que não tenham acesso a internet poderão se dirigir nas escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino) que participam do projeto Escola Viva, nos sete terminais de transporte coletivo e nos Telecentros em funcionamento na Capital.

Regularização fundiária para mutuários

Na data a EMHA também vai realizar a assinatura do contrato de aquisição de lotes, de 227 famílias que vivem há mais de 15 anos de forma irregular, em diversas regiões da Capital. Os técnicos da Agência realizaram levantamento e cadastramento das famílias que se instalaram em áreas verdes ou públicas da Prefeitura de Campo Grande, construindo aí suas moradias.

Os lotes regularizados estão situados nos seguintes bairros: Aero Rancho, Jardim Beija-Flor, Mata do Jacinto, Marcos Roberto (Ciganinha), Jardim das Mansões Universitárias, Jardim Futurista e Santa Emília.

A iniciativa da Prefeitura de Campo Grande visa formalizar a titularidade das famílias identificadas e cadastradas, que com a posse do contrato, poderão investir em melhorias do imóvel e ter a segurança do imóvel regularizado.

Últimas notícias