Geral

China deve fechar este ano 300 fábricas poluidoras

O governo municipal de Pequim anunciou, nessa quarta-feira (12), que vai encerrar este ano 300 fábricas poluidoras para tentar “melhorar a qualidade do ar na cidade”, considerada uma das capitais mais poluídas do mundo. A lista das fábricas será publicada até o fim de abril, adiantou a agência de notícias oficial chinesa. De acordo com […]

Arquivo Publicado em 13/02/2014, às 10h49

None

O governo municipal de Pequim anunciou, nessa quarta-feira (12), que vai encerrar este ano 300 fábricas poluidoras para tentar “melhorar a qualidade do ar na cidade”, considerada uma das capitais mais poluídas do mundo. A lista das fábricas será publicada até o fim de abril, adiantou a agência de notícias oficial chinesa.


De acordo com o novo plano para combater a poluição em Pequim, indústrias com grande consumo de energia, como de cimento e siderurgia, não serão, “em princípio”, aprovadas pelo município.


“Manufaturas de mão de obra intensiva também não serão uma opção para o desenvolvimento da cidade”, defende o plano, aprovado em 2013.


Pequim é a sede de um município com cerca de 20 milhões de habitantes e área superior à metade da Bélgica.


No último ano, desde janeiro de 2013 – mês em que Pequim teve apenas cinco dias de sol – a poluição tornou-se uma das principais fontes de descontentamento popular na China, ao lado da corrupção e das desigualdades sociais.


Em avaliação sobre a qualidade ambiental em 40 cidades no mundo, feita pela Academia de Ciências Sociais de Xangai e divulgada hoje na imprensa oficial, Pequim ficou em penúltimo lugar e foi considerada “imprópria para viver”.

Jornal Midiamax