#CGR115: ao ar livre e com cadeiras improvisadas, primeiro cinema chegou em 1910

Tela grande, cadeiras confortáveis e no escuro: local legítimo da sétima arte. As salas de cinema evoluíram com o tempo e nem sempre teve o conforto de hoje em dia. Um exemplo disso é a primeira ‘sala’ de cinema, que chegou à Capital em 1910, de uma forma bem improvisada. De lá para cá, muita […]
| 18/08/2014
- 20:15
#CGR115: ao ar livre e com cadeiras improvisadas, primeiro cinema chegou em 1910

Tela grande, cadeiras confortáveis e no escuro: local legítimo da sétima arte. As salas de cinema evoluíram com o tempo e nem sempre teve o conforto de hoje em dia. Um exemplo disso é a primeira ‘sala’ de cinema, que chegou à Capital em 1910, de uma forma bem improvisada.

De lá para cá, muita coisa mudou. Um exemplo são as salas modernas dos três cinemas, dentro dos shoppings da Capital. Bem diferentes das mais de cinco salas que existiam, mais simples e em locais variados da cidade.

Em Campo Grande, a primeira ‘sala’ foi trazida pelo italiano Raphael Orrico, que, ao se hospedar no antigo Hotel Democrata, vislumbrou a possibilidade de instalar, sob as copas das árvores, o Cine Brasil.

O cinema era todo improvisado: funcionava a céu aberto e os filmes eram projetados em um pano branco nas paredes do Hotel Democrata, próximo da Travessa Lydia Baís, ao lado da Igreja Santo Antônio.

Diferentes das cadeiras confortáveis de hoje em dia, os espectadores se acomodavam em tábuas rústicas, colocadas sobre caixotes. “Os mais aventureiros subiam nas árvores para assistir à novidade trazida por Orrico”.

As memórias sobre o antigo cinema estão no livro Salas de sonhos – memórias dos cinemas de Mato Grosso do Sul, escrito por Marinete Pinheiro, jornalista e cineasta. Na publicação, a autora conta a história de cada cinema, desde que a novidade chegou por aqui.

Sobre o Cine Brasil, a autora conta, ainda, que a energia para exibição do filme na sala improvisada vinha de um pequeno motor, movido a gasolina ou querosene, com fios estendidos pelos troncos e galhos das laranjeiras do local.

Na grade de programação de filmes: documentários e comédias de curta duração. “O espetáculo era anunciado por foguetes e rojões”.

#CGR115: aniversário de Campo Grande

Em comemoração dos 115 anos de Campo Grande, o Midiamax realizou uma série de reportagens sobre pontos e características da cidade morena. Ao longo da semana serão publicadas reportagem especial sobre os cinemas da Capital.

Últimas notícias