Geral

Caneta do escritor Graciliano Ramos some de exposição em São Paulo

Uma caneta que pertenceu ao escritor Graciliano Ramos sumiu de uma exposição em homenagem ao autor em São Paulo, no MIS (Museu da Imagem e do Som). A curadoria da mostra ‘Conversas de Graciliano Ramos’, aberta nesta terça-feira (16), deu falta do objeto na quarta (17), por volta das 12 horas, e desde então a […]

Arquivo Publicado em 18/09/2014, às 18h23

None

Uma caneta que pertenceu ao escritor Graciliano Ramos sumiu de uma exposição em homenagem ao autor em São Paulo, no MIS (Museu da Imagem e do Som). A curadoria da mostra ‘Conversas de Graciliano Ramos’, aberta nesta terça-feira (16), deu falta do objeto na quarta (17), por volta das 12 horas, e desde então a exibição segue fechada. As informações são do SPTV.

A caneta estava sobre uma escrivaninha, ao lado de outras duas, em um ambiente que reconstituiu o escritório do escritor (1892-1953). Quando a peça desapareceu, não havia nenhuma barreira física separando os objetos da plateia e cerca de 400 pessoas já haviam visitado o local.

A organização ainda não sabe se a peça que desapareceu era da família do escritor ou originária do Museu Casa Graciliano Ramos, de Alagoas. Após o episódio, a exposição será reaberta apenas no sábado (20), com segurança reforçada. As escotilhas por onde os visitantes veem o acervo receberão uma proteção de acrílico.

A reportagem procurou o diretor do MIS, André Sturm, e a curadora da mostra, Selma Caetano, mas ainda não conseguiu contato com os responsáveis. O MIS não confirmou se registrou a ocorrência na polícia.

Jornal Midiamax