Geral

Buenos Aires se prepara para 1º ano do pontificado de Francisco

Buenos Aires, a cidade natal do papa Francisco, celebrará na próxima quinta-feira um ano de pontificado de do papa com missas de ação de graças, a transmissão de uma entrevista a uma rádio comunitária, conferências e um ciclo de cinema. A principal comemoração será na Catedral da capital argentina, “casa” de Francisco até 25 de […]

Arquivo Publicado em 10/03/2014, às 01h35

None

Buenos Aires, a cidade natal do papa Francisco, celebrará na próxima quinta-feira um ano de pontificado de do papa com missas de ação de graças, a transmissão de uma entrevista a uma rádio comunitária, conferências e um ciclo de cinema.

A principal comemoração será na Catedral da capital argentina, “casa” de Francisco até 25 de fevereiro de 2013, quando partiu rumo a Roma para o conclave no qual seria eleito papa.

Ali, seu sucessor, o arcebispo de Buenos Aires e novo cardeal primaz da Argentina, Mario Poli, presidirá às 20h (mesma de Brasília) uma missa de ação de graças pelo primeiro ano de pontificado de Francisco.

Em todas as igrejas da cidade que viu nascer Jorge Mario Bergoglio em 17 de dezembro de 1936 haverá celebrações litúrgicas de ação de graças, entre elas a basílica de San José de Flores.

Situado no bairro portenho de Flores, onde Bergoglio viveu sua infância e adolescência, nesse templo o agora papa ouviu seu chamado ao sacerdócio em 1953.

O primeiro aniversário de pontificado será justamente no meio dos preparativos dessa comunidade para suas festas patronais, no dia 19 e nesta quinta-feira haverá uma missa especial para orar por Francisco.

Também se realizará missa pelo papa na igreja de Nossa Senhora de Caacupé, na Villa 21, um dos bairros mais pobres da cidade e onde realizam seu trabalho pastoral os denominados “padres villeros” estimulados por Francisco.

No mesmo local já houve uma missa por Francisco a semana passada, a pedido da presidente argentina, Cristina Kirchner, que participou da celebração litúrgica e se reunirá com o sumo pontífice no dia 17 no Vaticano.

Em outro dos bairros mais pobres da capital, a Villa 1-11-14, no Baixo Flores, a rádio comunitária local montará na quinta-feira um telão para emitir pela primeira vez uma entrevista exclusiva que o papa lhe concedeu há poucos dias.

A entrevista foi gravada na residência Santa Marta e, segundo informou a emissora, nela o papa fala da educação, do trabalho, da comunicação comunitária, da presença da Igreja nos bairros pobres e da fé do povo, entre outros temas.

No entanto, a Pontifícia Universidade Católica Argentina fará um ato que contará com a presença de Mario Poli, e o núncio apostólico em Buenos Aires, monsenhor Emil Paul Tscherrig, segundo confirmaram à Agência Efe fontes da casa de estudos aplicados.

No ato, haverá duas conferências, uma sobre a exortação “Evangelii gaudium”, de Francisco, e o pensamento pastoral e as orientações programáticas do sumo pontífice; e outra sobre as responsabilidades e os desafios para a Igreja na América Latina.

Além disso, o Museu do Cinema, ligado ao governo de Buenos Aires, iniciou este mês o ciclo “Cinema e religião: um ano do papa Francisco”, que exibe fitas de temática religiosa e o carro-chefe da programação é a estreia na Argentina, no próximo dia 30, do documentário americano “Francisco, o papa do novo mundo”, de David Naglieri.

Jornal Midiamax