Geral

Bptran e Agetran fazem blitz conjunta para coibir alta velocidade em pontos mais perigosos da cidade

O Batalhão Policial de Trânsito (Bptran) e a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) de Campo Grande iniciaram nesta manhã (26), blitz conjunta visando coibir a alta velocidade dos veículos nos pontos considerados mais perigosos da cidade. O trabalho conta com equipamentos como o radar móvel e uma central móvel localizada um pouco a […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 11h29

None

O Batalhão Policial de Trânsito (Bptran) e a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) de Campo Grande iniciaram nesta manhã (26), blitz conjunta visando coibir a alta velocidade dos veículos nos pontos considerados mais perigosos da cidade.

O trabalho conta com equipamentos como o radar móvel e uma central móvel localizada um pouco a frente do radar, para parar o infrator e multá-lo em sequência.

Agora, a blitz está na Avenida Duque de Caxias, próximo do Atacadão. No trecho, foram registradas duas mortes em 2013 e já foram duas este ano. Segundo o  coronel Jonildo, a preocupação da Bptran é a alta velocidade, que tem provocado muitas mortes no trânsito.

No ano passado, de janeiro a fevereiro, foram 19 mortes no trânsito em Campo Grande. Até agora, neste ano, já foram 15 mortes. A Bptran afirma que a campanha precede o carnaval para demonstrar à população que o batalhão estará “atuante” durante o período festivo, buscando o “incentivo à redução de velocidade”.

Jornal Midiamax