Geral

Blairo Maggi entra para a lista mundial de bilionários de Forbes

A soja tornou-se um negócio de bilhões de dólares para a família Maggi. Por conta disso, Blairo Maggi, um dos homens mais importantes do setor, passou a fazer parte da lista FORBES dos mais ricos do mundo. Maggi é acompanhado pelos dois irmãos e por sua mãe, Lúcia. Cada um deles possui cerca de 16,6% […]

Arquivo Publicado em 11/04/2014, às 15h59

None
1994681583.jpg

A soja tornou-se um negócio de bilhões de dólares para a família Maggi. Por conta disso, Blairo Maggi, um dos homens mais importantes do setor, passou a fazer parte da lista FORBES dos mais ricos do mundo.


Maggi é acompanhado pelos dois irmãos e por sua mãe, Lúcia. Cada um deles possui cerca de 16,6% da empresa que FORBES estima em um valor de R$ 13,85 bilhões (US$ 6,26 bilhões).


Antes do enorme apetite da China por soja, a área em constante expansão de Maggi significou mais oferta, e mais oferta significava preços da soja mais baixos. Desde os anos 1990, Maggi ajudou a transformar o Brasil no segundo maior produtor de soja do mundo depois dos Estados Unidos.


Como muitos brasileiros ricos, Blairo seguiu os passos de seu pai, André, filho de imigrantes italianos e alemães. Com 30 anos, ele começou uma plantação de madeira, soja e arroz no Paraná, um dos mais ricos Estados agrícolas do Brasil. Mas, no final dos anos 1970, mudou-se com a família para o Mato Grosso para explorar novas terras. Na década de 1980, o Grupo André Maggi deixou de ser um vendedor de sementes para ser uma grande fazenda industrial. André até fundou a sua própria cidade, Sapezal, do qual mais tarde se tornou prefeito.


Blairo se tornaria o governador do Estado, muitos anos depois, e maior proprietário de fazenda do país, gerenciando pouco mais de 252.119 hectares.


André Maggi morreu em 2001 e deixou o controle do grupo para sua esposa, Lúcia. Ela deixou o cargo de presidente em 2010, aos 77 anos.


Sob a liderança de Blairo, o Grupo André Maggi passou a trabalhar com energia e agora possui quatro usinas hidrelétricas, além dos negócios de transporte e logística, visando a exportação de soja para a Europa.


No trono do rei da soja agora senta seu primo Erai Scheffer. Ele tem mais terra, mas a renda de seu Grupo Bom Futuro é muito menor do que a do Grupo André Maggi. Blairo agora passa seus dias como senador representando o Mato Grosso.


Apenas um herdeiro do trono André Maggi está envolvido nas operações do dia-a-dia dos negócios da família: Leonardo Maggi Ribeiro, 35 anos, sobrinho de Blairo. A empresa emprega cerca de 3.800 pessoas em todo o Brasil, a maior parte em Mato Grosso.


A companhia atua em quatro divisões: Amaggi Trading, o 21º maior exportador no Brasil; na divisão agrícola, que planta cerca de 130.700 hectares de soja; no setor de transporte, que envia soja até a Amazônia e a mercados mundiais; e no departamento de energia, que opera cinco pequenas centrais hidrelétricas. Eles têm 10 fazendas no Estado de Mato Grosso para soja, algodão e gado.

Jornal Midiamax