Geral

Banco Mundial libera US$ 105 milhões para combate ao ebola na África

O Banco Mundial aprovou nesta terça-feira (16) uma doação de 105 milhões de dólares para conter a expansão do vírus do ebola na África Ocidental. O financiamento é parte de uma promessa de assistência de 200 milhões de dólares que a instituição multilateral aprovou no início de agosto para ajudar Libéria, Serra Leoa e Guiné […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 20h58

None

O Banco Mundial aprovou nesta terça-feira (16) uma doação de 105 milhões de dólares para conter a expansão do vírus do ebola na África Ocidental.

O financiamento é parte de uma promessa de assistência de 200 milhões de dólares que a instituição multilateral aprovou no início de agosto para ajudar Libéria, Serra Leoa e Guiné a conter a epidemia que matou mais de 2.400 pessoas na região.

“O mundo precisa fazer muito mais para reagir à crise do ebola nesses três países”, disse o presidente do BM, Jim Yong Kim, em um comunicado.

“A doação terá um impacto imediato e positivo nas campanhas coletivas de contenção do ebola”, disse Kim, um médico especializado em doenças infecciosas, referindo-se aos países receptores.

A Libéria, país com o maior número de infecções pelo vírus, receberá 52 milhões de dólares; Serra Leoa, 28 milhões e a Guiné, 25 milhões.

O BM explicou que o financiamento será destinado a ajudar as pessoas a lidar com o impacto econômico da crise e fortalecer os sistemas de saúde pública para se proteger de futuros surtos.

Permitirá também aos governos distribuir alimentos e água nas áreas afetadas e em quarentena e a proteger os trabalhadores da área de saúde, informou o banco.

O anúncio foi feito em meio ao alerta da ONU de que são necessários cerca de um bilhão de dólares para combater a epidemia e que 20.000 pessoas podem ser infectadas pelo vírus até o final do ano.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse na semana passada que seu país enviará 3.000 militares para a África Ocidental na tentativa de frear a epidemia.

Jornal Midiamax