Geral

Após fracasso na Libertadores e ausência em treino, Atlético-PR dispensa Adriano

A diretoria do Atlético-PR anunciou, na noite desta sexta-feira, a dispensa do atacante Adriano. Em comunicado publicado no site oficial do clube, a agremiação informa que a decisão foi tomada em “comum acordo” e que uma avaliação do acordo já estava prevista para ocorrer após a Copa Libertadores, da qual o time foi eliminado prematuramente. […]

Arquivo Publicado em 12/04/2014, às 01h05

None

A diretoria do Atlético-PR anunciou, na noite desta sexta-feira, a dispensa do atacante Adriano. Em comunicado publicado no site oficial do clube, a agremiação informa que a decisão foi tomada em “comum acordo” e que uma avaliação do acordo já estava prevista para ocorrer após a Copa Libertadores, da qual o time foi eliminado prematuramente.

“A decisão foi tomada em comum acordo entre atleta e clube em reunião já previamente agendada que aconteceria ao final da participação do CAP na Copa Libertadores”, diz o comunicado. O Atlético-PR teve sua eliminação na primeira fase da competição continental decretada na terça-feira, com derrota por 2 a 1 para o The Strongest, da Bolívia. Na ocasião, Adriano marcou seu único gol na passagem pelo clube.

A dispensa foi confirmada no dia em que o atacante faltou a dois treinamentos e acabou por perder a reapresentação do clube paranaense, que também já havia sido eliminado na semifinal do Campeonato Paranaense. Na noite anterior, marcou presença em uma casa noturna de Curitiba, onde a cantora Anitta se apresentou na noite anterior. Vídeos e fotos dele na balada foram divulgados.

Dentro do contrato de Adriano, que é tratado como de risco desde o início das negociações, existe uma cláusula que pode ser acionada em caso de indisciplina ou atos como faltas em treinamentos sem justificativa prévia, que dá o poder da rescisão ao clube paranaense sem ônus algum. O próprio jogador já havia confessado a amigos da cidade que está fora do clube – foi avisado pela manhã.

Treinando no Atlético-PR desde dezembro de 2013, Adriano assinou em fevereiro deste ano por uma temporada. Após recuperar a forma física e se mostrar comprometido, o atacante estreou nos minutos finais diante do The Strongest-BOL, na primeira rodada da Copa Libertadores.

No jogo seguinte, entrou em uma polêmica com o treinador Miguel Ángel Portugal, no duelo contra o Vélez Sarsfield-ARG, em Buenos Aires, quando reclamou por ser chamado para entrar na partida logo depois de o time levar o segundo gol. Com esse episódio, o “Imperador” só voltou a atuar pela equipe principal na última rodada da competição internacional.

Antes disso, Adriano atuou no evento-teste da Arena da Baixada, no empate por 0 a 0 frente ao J. Malucelli, e na semifinal do Campeonato Paranaense, com a equipe Sub-23, quando foi derrotada, de virada, por 4 a 1 e deu adeus ao Estadual.

Jornal Midiamax