Geral

Após adiado, julgamento que pode cassar prefeito de Bonito deve acontecer amanhã

O julgamento do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito (PTdoB), o Leleco, e do vice Josmail Rodrigues (PTdoB) no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) foi adiado para segunda-feira (5). Eles são acusados de abuso de poder econômico na campanha da eleição suplementar, em março de 2013. De acordo com Ary […]

Arquivo Publicado em 04/05/2014, às 17h56

None

O julgamento do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito (PTdoB), o Leleco, e do vice Josmail Rodrigues (PTdoB) no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) foi adiado para segunda-feira (5). Eles são acusados de abuso de poder econômico na campanha da eleição suplementar, em março de 2013.


De acordo com Ary Raghiant, advogado de Leleco, já tem três votos favoráveis e faltam apenas dois votos. No entanto, os magistrados podem mudar seu voto.


Segundo o parecer, a “Procuradoria Regional Eleitoral manifesta-se pelo conhecimento e desprovimento do recurso interposto por Leonel Lemos de Souza Brito e Josmail Rodrigues, e pelo conhecimento parcial e provimento do recurso manejado pelo Ministério Público Eleitoral, para, além das sanções impostas na sentença, seja declarada a inelegibilidade de Leonel de Souza Brito e Luiza Aparecida Cavalheiro Lima”.


Leleco e Josmail foram eleitos na eleição suplementar, realizada no dia 3 de março do ano passado, depois do prefeito eleito no pleito de 2012 ser cassado pela Justiça.

Jornal Midiamax