Geral

Agassi derrota Sampras em exibição pelo Dia Mundial do Tênis

Duas lendas da história recente do tênis voltaram a se enfrentar para celebrar o Dia Mundial da modalidade, nesta segunda-feira. Aposentado desde 2006, Andre Agassi derrotou o antigo rival e compatriota Pete Sampras por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-1). A exibição entre os dois americanos ex-líderes do ranking mundial […]

Arquivo Publicado em 04/03/2014, às 00h59

None

Duas lendas da história recente do tênis voltaram a se enfrentar para celebrar o Dia Mundial da modalidade, nesta segunda-feira. Aposentado desde 2006, Andre Agassi derrotou o antigo rival e compatriota Pete Sampras por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-1).

A exibição entre os dois americanos ex-líderes do ranking mundial ocorreu em uma quadra montada em Earls Court, em Londres, mas os eventos oficiais do Dia Mundial do Tênis acontecem em três continentes. Agassi e Sampras se enfrentaram 34 vezes pelo circuito profissional, com vantagem do segundo, que venceu 20 duelos. No retrospecto do confronto entre eles, há finais de três dos quatro Grand Slams. Eles só não jogaram pelo título de Roland Garros.

A abertura da programação desta segunda-feira ocorreu em Hong Kong, onde a australiana Samantha Stosur derrotou a chinesa Na Li por 2 a 0, parciais de 6/4 e 6/3, em duelo entre dois destaques do circuito mundial feminino. Já Lleyton Hewitt superou o tcheco Tomas Berdych também em sets diretos.

Em Londres, os fãs do tênis puderam acompanhar partidas entre lendas do esporte. No primeiro evento do dia, o australiano Pat Cash, campeão de Wimbledon em 1987, derrotou o tcheco Ivan Lendl, dono de oito títulos de Grand Slam e atualmente técnico de Andy Murray, por 8/6 em duelo de apenas um set. Depois Agassi e Sampras se enfrentaram.

O Dia Mundial do Tênis será encerrado em Nova York, em uma quadra montada no Madison Square Garden, ginásio onde o New York Knicks manda seus jogos da NBA. Primeiro, duelo de irmãos nas duplas: Bob e Mike Bryan pegam John e Patrick McEnroe. Depois, Andy Murray e Novak Djokovic se enfrentam em reedição das finais de Wimbledon e do Aberto dos Estados Unidos do ano passado.

Jornal Midiamax