Geral

Acadêmicos do campus da UFMS de Bonito temem fechamento

Acadêmicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) de Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, temem o fechamento do campus inaugurado em 2009. A obra foi financiada pelo Reuni, Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais. Os boatos sobre o fim das aulas presenciais surgiram neste ano e […]

Arquivo Publicado em 12/09/2014, às 18h35

None
282491170.JPG

Acadêmicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) de Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, temem o fechamento do campus inaugurado em 2009. A obra foi financiada pelo Reuni, Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais.

Os boatos sobre o fim das aulas presenciais surgiram neste ano e segundo as informações, a universidade, que atualmente oferece vaga para 120 alunos nos cursos de Administração e Turismo e Meio Ambiente, no período noturno, no próximo ano, abrirá matrícula apenas para turmas de EAD (Educação A Distância).

O acadêmico Alex Schimidt, que cursa Administração, conta que a possibilidade preocupa os alunos, que criaram um abaixo assinado contra o fechamento do campus. “Ontem tivemos essa ideia e já distribuímos em diferentes locais da cidade. Sabemos que além de nós acadêmicos, a população e o próprio poder público discordam da possibilidade”, afirmou.

De acordo com o acadêmico, a justificativa para o fim das aulas presenciais foi a pouca demanda de estudantes universitários no município. “Não somos contra os cursos EAD, mas acreditamos que ao invés de acabar com as aulas presenciais, deveriam criar alternativas para atrair a população, como oferecer outros cursos. Deveriam ter pensado na demanda antes de construir o prédio”, declarou.

Schimidt afirma que a preocupação dos alunos é em relação às pessoas que não têm condições de cursar uma faculdade em outra cidade e que gostariam de ter aulas presenciais. “Outras pessoas não terão a mesma oportunidade que eu tive”, lamentou. Após recolher as assinaturas, os alunos enviarão o ofício com o abaixo assinado para a UFMS e para o governo federal.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação da UFMS informou que o diretor responsável pelo campus de Bonito está de férias e a pessoa responsável por ceder as informações não foi localizada. Até o fechamento da matéria não houve posicionamento por parte da universidade a respeito do caso.

Jornal Midiamax