Geral

A três semanas do Carnaval, escolas de samba estão a todo vapor para fazer bonito na avenida

Faltando exatos 21 dias para as escolas de samba entrarem na avenida, os preparativos de fantasias e carros alegóricos estão a todo vapor. A pentacampeã “Unidos da Vila Carvalho” fecha os últimos detalhes para mostrar na Avenida Alfredo Scaff a paixão pela verde rosa. Com o enredo “Oh, minha madrinha Mangueira sou verde e rosa […]

Arquivo Publicado em 11/02/2014, às 17h24

None
1121740339.jpg

Faltando exatos 21 dias para as escolas de samba entrarem na avenida, os preparativos de fantasias e carros alegóricos estão a todo vapor. A pentacampeã “Unidos da Vila Carvalho” fecha os últimos detalhes para mostrar na Avenida Alfredo Scaff a paixão pela verde rosa.

Com o enredo “Oh, minha madrinha Mangueira sou verde e rosa de corpo, alma e coração, Carvalho e Mangueira, Uma só nação”, a agremiação vai contar a história de uma das mais tradicionais escolas de samba cariocas. A Vila Carvalho promete mais uma vez fazer bonito e afirma ir com tudo para mais um título.

As fantasias da escola como sempre estão um primor. Guardadas a sete chaves, o presidente da Unidos da Carvalho, o carnavalesco José Carlos de Carvalhos, de 70 anos, deixou o Midiamax dar uma espiadinha, só para aumentarmos a curiosidade da concorrência.

Bem humorado, ele brinca que vão com tudo e que o título, se Deus quiser, mais uma vez é deles. Mas Zé Carlos sabe que a concorrência também está correndo atrás, e lembra que as demais agremiações também vão vir com tudo. O que não o assusta. “Todas as escolas estão muito boas. Mas dependemos muito de financiamentos. Do trabalho da comunidade. Este ano foi bom porque o dinheiro foi liberado bem antes que nos anos anteriores, o que nos deu tempo de fazer um trabalho melhor”.

Quem também vai para arrasar é a caçula do grupo de elite “Deixa Falar”. Diretor de carnaval da escola, Alan Coelho Catarinelli, 35 anos, conta que eles estão trabalhando com todas as forças para fechar os últimos detalhes e fazer todos babarem na avenida.

Com o enredo “Aquarela pantaneira, uma viagem a céu aberto”, a “Deixa Falar” vai trazer muitas cores para contar o folclore, a cultura, e as belezas naturais do Pantanal.

Com apenas três anos de fundação, a escola já conseguiu grandes feitos como ficar em terceiro lugar no ano de estreia e em segundo no ano passado. Em 2014, Alan conta que eles querem nada mais e nada menos que o título de campeã.

“Não ganhamos ainda, mas no primeiro ano disputamos com nove escolas e ficamos em terceiro. No ano passado ficamos em segundo e neste trabalhamos para levar a cabeça”, diz pontuando que o trabalho também é da comunidade do Coophatrabalho e da diretoria que apoia em tudo para fazer um bom desfile.

O carnavalesco também pontuou a importância da liberação da verba municipal com antecedência o que deu prazo para eles trabalharem com mais conforto e menos desespero que em anos anteriores.

Além das duas escolas, disputam no grupo especial “Igrejinha”, “Unidos do Aero Rancho” (que voltam para o grupo especial), “Catedráticos do Samba” e “Unidos do Cruzeiro”. No grupo de acesso entram “Unidos do São Francisco”, “Cinderela Tradição do José Abrão” e “Estação Primeira do Taquarussu”.

Esquenta

O esquenta do carnaval começa com os desfiles dos protótipos das fantasias. Neste sábado (15), a “Deixa falar” mostra parte do que vai para a avenida com muito pagode e samba, a partir das 19 horas, no Centro Comunitário do bairro Coophatrabalho.

A “Unidos da Vila Carvalho” faz seu lançamento no domingo (16), a partir das 17 horas, no barracão da escola. No dia 23 a escola fará uma feijoada e o primeiro ensaio técnico. Os convites serão vendidos na hora a R$ 20,00.

Datas dos desfiles

As escolas de samba entram na Praça do Papa nos dias 3 e 4 de março, segunda e terça-feira. Além desta mudança, o regulamento para as escolas também alterou. Os atrasos entre um desfile e outro, que sempre aconteciam e faziam com que o evento fosse madrugada adentro, não serão mais aceitados. As escolas terão apenas 15 minutos de tolerância, quem ultrapassar limite estará sujeita à multa de R$ 5 mil, que será descontado do repasse de verba no ano seguinte. A programação está prevista para começar às 20h no primeiro dia e às 19h, no segundo.

Outra mudança é o tempo de desfile, que passou de 50 até 60 minutos, para de 40 a 50 minutos. No primeiro dia desfilam blocos de rua convidados, a escola mirim e as escolas do grupo de acesso: Unidos do São Francisco, Cinderela Tradição do José Abrão e Estação Primeira do Taquarussu. Já no segundo dia, as escolas Igrejinha e Unidos do Aero Rancho que voltam para o grupo especial, além dos Catedráticos do Samba, Unidos do Cruzeiro, Deixa Falar e Vila Carvalho.




Jornal Midiamax