Geral

A dois dias da votação que pode cassar prefeito, PT decide se segue na base

O presidente municipal do PT, Gildo Oliveira da Silva, afirma que o partido continua na base do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal. Ainda assim, o assunto cassação será analisado na reunião da Executiva municipal do partido, que acontecerá hoje (10) ou amanhã. “Vamos discutir o encaminhamento, mas o PT está na base”, disse. Gildo […]

Arquivo Publicado em 10/03/2014, às 12h13

None
1100721860.jpg

O presidente municipal do PT, Gildo Oliveira da Silva, afirma que o partido continua na base do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal. Ainda assim, o assunto cassação será analisado na reunião da Executiva municipal do partido, que acontecerá hoje (10) ou amanhã. “Vamos discutir o encaminhamento, mas o PT está na base”, disse.

Gildo garante que a decisão será do diretório do PT de Campo Grande. “A responsabilidade é toda nossa”, declarou.

A bancada do PT na Câmara Municipal conta com três vereadores: Zeca, Alex e Ayrton Araujo. Alex é líder do prefeito. Zeca já declarou que votará pela absolvição do prefeito e Ayrton também tem dado demonstrações de apoio ao chefe do Executivo.

Está marcada para a próxima quarta-feira (12), às 14 horas, no plenário da Câmara Municipal, a sessão de julgamento do prefeito, acusado de irregularidades envolvendo contratos e licitações.

Para escapar da cassação, Alcides Bernal precisa contar com o apoio de 10 vereadores.

Jornal Midiamax