Geral

Zizao brilha com bela assistência, mas Corinthians reserva fica no 1 a 1 com o Paulista

Com Zizao em campo, nenhuma partida pode ser desprezada. Se não fosse ele, a estreia do Corinthians no Paulistão não passaria de um entediante jogo. Mas como o atacante chinês esteve em campo no empate do Timão por 1 a 1 com o Paulista, neste domingo, em Jundiaí, ficará marcada pela presença do jogador. Não […]

Arquivo Publicado em 20/01/2013, às 21h14

None

Com Zizao em campo, nenhuma partida pode ser desprezada. Se não fosse ele, a estreia do Corinthians no Paulistão não passaria de um entediante jogo. Mas como o atacante chinês esteve em campo no empate do Timão por 1 a 1 com o Paulista, neste domingo, em Jundiaí, ficará marcada pela presença do jogador. Não bastasse a sua carismática presença, asiático ainda brilhou e foi decisivo, ao dar bela assistência para o gol do meia Giovanni. A cada toque na bola, Zizao levantava a torcida corintiana, que é louca para transformar o simpático asiático em um verdadeiro ídolo. A festa só não foi completa porque o Paulista empatou a partida no final do jogo.



Sem jamais ter disputado uma partida sequer com tal formação, por estar desfalcado dos 12 jogadores que mais atuaram na conquista do Mundial, o Corinthians penou para se encontrar no Estádio Jaime Cintra. Não bastasse a falta de entrosamento, o forte sol castigava os atletas. Suor, por questões óbvias, não faltou. Entretanto, faltava qualidade, principalmente nas conclusões das jogadas. Romarinho, Giovanni e Nenê Bonilha fracassavam e Zizao mostrava vontade, mas ora falhava no domínio de bola, ora ao tentar driblar e, em outros momentos, ao bater para o gol.



Cansado de ver só o Corinthians tentar, o Paulista deu uma boa pressionada no fim do primeiro tempo. Os mandantes chegaram a balançar a rede. Mas, ao cabecear, Marcelo Macedo estava impedido e o tento foi anulado corretamente. Bem postados na defesa, os comandados do técnico Tite demonstraram boa qualidade no jogo aéreo, principalmente com o zagueiro Felipe, que teve poucas chances na temporada passada.



Ao deixar o gramado para o intervalo, Zizao, que ainda está aprimorando o seu português, disse que o time tinha condições de evoluir na segunda etapa. “Podemos jogar mais melhor (sic)”, falou rapidamente o camisa 35.



No segundo tempo, com a temperatura um pouco mais amena, o Corinthians chegou com mais força no ataque. Em um chute de longe, aos 5 minutos, Welder quase marcou.



Aos 13, Zizao brilhou. Ele arrancou pela esquerda, ganhou na corrida dos marcadores, invadiu a área, pedalou, foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Giovanni mandar para as redes. Foi uma bela assistência do chinês. A Fiel foi à loucura. E até Ronaldo Fenômeno, ídolo corintiano, colocou no Twitter: “Zizao, brilha muito no Corinthians.”



A demonstração de habilidade fez com que os companheiros procurassem mais o estrangeiro em campo. Com bom domínio de bola, Zizao participava bem da troca de passes do time, do jeito que Tite gosta. E, mesmo já cansado, o gringo se esforçava para retribuir o apoio da massa alvinegra.



Com medo de levar o segundo, o Paulista apertou a marcação, dificultando a vida corintiana. Seguro atrás, o time da casa partiu rumo ao empate. Ele demorou, mas chegou. Aos 35 minutos, logo após ter um gol anulado, por impedimento, o time da casa empatou. Guilherme Andrade perdeu a bola no meio-campo. João Henrique aproveitou contra-ataque, driblou Julio Cesar e chutou para colocar o 1 a 1 no placar.



O gol de empate tirou todas a reserva de energia do time reserva corintiano. Zizao não conseguiu mais pegar na bola e o jogo ficou truncado no meio-campo até o apito final. Na quarta-feira tem mais, quando o Corinthians recebe a Ponte Preta, às 17h, no Pacaembu. Tem tudo para ser um belo encontro do chinês, que jamais atuou em São Paulo, com a Fiel.


Jornal Midiamax