Geral

Tetos do Centro Cirúrgico e UTI Neonatal do HU desabam e setores são interditados

O teto do Hospital Universitário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (HU/UFMS) desabou afetando os setores do Centro Cirúrgico e da UTI Neonatal. Todas as cirurgias de urgência e emergência e até mesmo as eletivas – agendadas – estão suspensas por no mínimo 15 dias. Segundo a assessoria do HU, devido a um […]

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 19h39

None
1365491982.jpg

O teto do Hospital Universitário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (HU/UFMS) desabou afetando os setores do Centro Cirúrgico e da UTI Neonatal. Todas as cirurgias de urgência e emergência e até mesmo as eletivas – agendadas – estão suspensas por no mínimo 15 dias.

Segundo a assessoria do HU, devido a um vendaval com chuva que ocorreu na última quinta-feira (27) o forro do teto, que passava por uma pequena reforma, desabou porque a manta que ainda não estava seca encharcou com a chuva e caiu.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e os a central de regulação já foram avisados para que não transfiram pacientes que necessitam destas unidades interditadas no HU, que estes não serão recebidos.

A assessoria também informou que em caso de uma urgência ou emergencia de pacientes que estão internados no HU, uma sala alternativa será providenciada para atendê-los, mas que até o momento a adoção da medida não foi necessária.

Sobre os bebês internados a informação é de haviam oito, mas que alguns deles ja teriam recebido alta e teriam sido liberados. Os remanescentes – que não foram informados quantos são – foram transferidos para outra ala da pediatria.

A reportagem questionou sobre qual seria a empreiteira responsavel pela reforma, mas a assessoria se negou a informar sequer o nome do engenheiro. A informação é que para trocar o forro do hospiatal a empresa teria retirado as telhas, ocasionando a desabamento do teto.

Jornal Midiamax