Geral

Projeto de declamação de poesias patrocinado pelo FIC ajuda a superar a timidez de alunos

Acontece nesta sexta (6 de dezembro), às 19h30, na Escola Estadual Antonio Nogueira da Silveira a entrega de certificados para alunos que participaram do projeto Arte de Dizer e Contextualização Poética, patrocinado pelo Fundo de Investimentos Culturais da Fundação de Cultura do governo do Estado. O projeto contou com a confecção de 50 apostilas, oficinas […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 17h24

None

Acontece nesta sexta (6 de dezembro), às 19h30, na Escola Estadual Antonio Nogueira da Silveira a entrega de certificados para alunos que participaram do projeto Arte de Dizer e Contextualização Poética, patrocinado pelo Fundo de Investimentos Culturais da Fundação de Cultura do governo do Estado.

O projeto contou com a confecção de 50 apostilas, oficinas de declamação e quatro apresentações abertas ao público que envolveram 80 alunos do Ensino Fundamental da escola, que fica no bairro Indubrasil, na Capital.

De acordo com Elizabeth Nogueira da Costa Fonseca, proponente do projeto, a arte poética da declamação, além de ajudar a compreender os poemas e estabelecer uma linha de diálogo entre o que o autor escreveu e sua própria interpretação, vai mais longe ao oferecer um impulso ao enfrentamento de um problema comum a crianças e adolescentes: a timidez.

“A poesia declamada com arte oferece muitos elementos construtivos no processo de aprendizado, entre eles a entonação, a postura, os gestos, a memorização, a respiração e a dicção. Eles ajudam a vencer o medo do público e perder a timidez, que é um dos grandes objetivos do projeto, além de proporcionar a leitura de excelentes textos e grandes autores”, explica Elizabeth Fonseca.

Serviço: A entrega dos certificados aos alunos participantes do projeto Arte de Dizer e Contextualização Poética, patrocinado pelo Fundo de Investimentos Culturais da Fundação de Cultura acontece nesta sexta (6 de dezembro), às 19h30, na Escola Estadual Antonio Nogueira da Silveira, bairro Indubrasil, em Campo Grande.

Jornal Midiamax