Geral

PPS insiste em fusão e vai tentar convencer PMN a manter a criação do MD

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) explicou que o PPS decidiu manter o projeto de fusão com o PMN, para criar o Mobilização Democrática (MD). Luiza participou da reunião onde o partido decidiu conversar com o PMN até o dia 28 de julho, quando a diretoria definirá se faz ou não a fusão com o PPS. […]

Arquivo Publicado em 17/07/2013, às 16h18

None

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) explicou que o PPS decidiu manter o projeto de fusão com o PMN, para criar o Mobilização Democrática (MD). Luiza participou da reunião onde o partido decidiu conversar com o PMN até o dia 28 de julho, quando a diretoria definirá se faz ou não a fusão com o PPS.

A vereadora explicou que a maioria dos filiados ao PPS entendeu que é preciso atravessar as dificuldades enfrentadas e insistir na construção do partido. Segundo Luiza, o PMN decidiu repensar a fusão por alguns problemas locais, em estados onde as duas siglas não caminham juntas.

Luiza detalha que em Mato Grosso do Sul PMN e PPS não terão problemas na composição dos diretórios, visto que sempre caminharam próximos. Na última eleição em Campo Grande, por exemplo, o PMN e PPS apoiaram a candidatura de Reinaldo Azambuja (PSDB) no primeiro turno e de Alcides Bernal (PP) no segundo.

O MD foi oficializado no dia 17 de abril após congressos extraordinários realizados em Brasília. Juntos, os dois partidos somam 13 deputados federais, 58 deputados estaduais, 147 prefeitos e 2.527 vereadores, com 683.420 filiados em todo o Brasil.

Jornal Midiamax