Geral

PPS avalia filiação de Marina ao PSB como ‘equívoco’

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), avaliou como um “equívoco” a filiação da senadora Marina Silva ao PSB. De acordo com o líder, a sociedade brasileira “clama por alternativas ao atual governo”. O deputado acredita que é fundamental o lançamento de vários candidatos no primeiro turna das eleições. No entanto, com […]

Arquivo Publicado em 05/10/2013, às 20h48

None
1425420521.JPG

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), avaliou como um “equívoco” a filiação da senadora Marina Silva ao PSB. De acordo com o líder, a sociedade brasileira “clama por alternativas ao atual governo”. O deputado acredita que é fundamental o lançamento de vários candidatos no primeiro turna das eleições. No entanto, com o anúncio da candidatura de Eduardo Campos (PSB-PE) a presidência, neste sábado (5/10), exclui-se a possibilidade de Marina concorrer ao cargo pelo PSB.

Freire ponderou que tanto Campos quando Marina são fortes nomes na disputa eleitoral, mas como o PSB pode ter apenas um candidato, perde-se mais um no campo da oposição. O PPS chegou a fazer o convite de filiação à Marina, que o rejeitou. O deputado se reuniu pela manhã com a ex-senadora.

Jornal Midiamax