Geral

PMA fecha e autua em R$ 15 mil mineradora que extraía areia do rio Aquidauana

Policiais Militares Ambientais de Aquidauana (MS) autuaram hoje à tarde um proprietário de uma mineradora, que funcionava sem a licença ambiental. O proprietário de uma chácara, localizada nas proximidades do Km 443 da BR 262, em Anastácio (MS) havia construído uma caixa com 15 metros de comprimento, por dois metros de altura e oito de […]

Arquivo Publicado em 27/06/2013, às 23h55

None

Policiais Militares Ambientais de Aquidauana (MS) autuaram hoje à tarde um proprietário de uma mineradora, que funcionava sem a licença ambiental. O proprietário de uma chácara, localizada nas proximidades do Km 443 da BR 262, em Anastácio (MS) havia construído uma caixa com 15 metros de comprimento, por dois metros de altura e oito de largura, a 70 metros da margem do rio Aquidauana, para armazenar areia que era retirada por uma draga instalada no rio, com canos levando o material até o caixa. Havia, inclusive, alteração da área de proteção permanente – APP do rio.

O areeiro possuía apenas a licença ambiental prévia e não a licença de operação, que permitiria o trabalho. A draga foi apreendida e as atividades foram interditadas. O infrator, de 66 anos, residente no local, foi autuado administrativamente e multado em R$ 15.000,00 e ainda responderá por crime ambiental, que tem pena de detenção de um a três anos. Ele foi notificado a apresentar um plano de recuperação da área degradada – PRAD, junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax