PMA autua mulher em R$ 5 mil por construir um bar às margens do Rio Ivinhema

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Batayporã, cidade a 306 quilômetros de Campo Grande, realizava fiscalização, nesta terça-feira (26), no Rio Ivinhema, quando constatou a destruição de uma área de preservação permanente (APP). No lugar que seriam as matas ciliares do rio, a cerca de 20 metros da margem, foi construído um bar, sem e […]
| 27/11/2013
- 16:29
PMA autua mulher em R$ 5 mil por construir um bar às margens do Rio Ivinhema

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Batayporã, cidade a 306 quilômetros de Campo Grande, realizava fiscalização, nesta terça-feira (26), no Rio Ivinhema, quando constatou a destruição de uma área de preservação permanente (APP).

No lugar que seriam as matas ciliares do rio, a cerca de 20 metros da margem, foi construído um bar, sem e devida licença ambiental.

A PMA verificou a construção recente em alvenaria de 48 m², próximo à ponte da rodovia que liga Nova Andradina a Ivinhema. As atividades foram interditadas e, pela infração administrativa, a proprietária do bar, uma mulher de 40 anos, residente em Ivinhema, recebeu multa de R$ 5 mil.

Ela também responderá por crime ambiental e, se condenada, poderá pegar pena de um a três anos de detenção. A autuada foi notificada a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias