Geral

PMA autua assentado em R$ 8,1 mil por explorar madeira e carvão nativo ilegalmente

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu  realizaram fiscalização no assentamento Aruanda, no município e autuaram na quarta-feira (09) um assentado por exploração ilegal de madeira e carvão ilegalmente. O assentado, de 52 anos, residente no lote D1 tinha 13,20 m³ de toras de madeira e 13,80 m³ de carvão nativo armazenados sem autorização ambiental. A PMA […]

Arquivo Publicado em 10/10/2013, às 12h51

None

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu  realizaram fiscalização no assentamento Aruanda, no município e autuaram na quarta-feira (09) um assentado por exploração ilegal de madeira e carvão ilegalmente.


O assentado, de 52 anos, residente no lote D1 tinha 13,20 m³ de toras de madeira e 13,80 m³ de carvão nativo armazenados sem autorização ambiental.


A PMA apreendeu o material vegetal e paralisou as atividades. O infrator foi multado em R$ 8.100,00. Ele também responderá por crime, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax