Geral

PM que tentou impedir assalto na Júlio de Castilho está consciente e aguarda cirurgia

O Policial Militar Wagner Pinheiro da Silva, de 30 anos, que tentou impedir um assalto em uma sorveteria no bairro Jardim Panamá está estável, consciente e orientado na Santa Casa de Campo Grande. De acordo com a assessoria de imprensa o homem já foi avaliado pela neurologista de plantão e agora está aguardando para realizar […]

Arquivo Publicado em 07/10/2013, às 12h18

None

O Policial Militar Wagner Pinheiro da Silva, de 30 anos, que tentou impedir um assalto em uma sorveteria no bairro Jardim Panamá está estável, consciente e orientado na Santa Casa de Campo Grande. De acordo com a assessoria de imprensa o homem já foi avaliado pela neurologista de plantão e agora está aguardando para realizar a cirurgia.


O homem foi atingido no tórax por dois tiros enquanto tentava impedir um ladrão armado de assaltar uma sorveteria na Avenida Júlho de Castilho. Segundo o boletim policial, o soldado afirmou que tinha acabado de chegar à sorveteria quando percebeu um homem de capacete e armado. Para tentar impedir o assalto, o policial sacou a arma e tentou atirar no bandido, no entanto o revolver travou.


O ladrão percebeu o policial e fez vários disparos, sendo que dois acertaram o tórax do soldado. Mesmo após ser baleado o homem ainda revidou os tiros, mas os bandidos conseguiram fugir.


De acordo com testemunhas, na rua Flamingos estava um comparsa esperando o homem de capacete. Ainda segundo populares eles fugiram em uma moto prata muito barulhenta, que pode ser de diversas marcas.


A sorveteria possui câmeras que serão utilizadas na identificação dos suspeitos.

Jornal Midiamax