Geral

Otávio rebate ataque à ‘República dos Trad’ e diz que família foi eleita na democracia

O vereador Otávio Trad (PTdoB) criticou na sessão desta quinta-feira (29) o debate feito pelo vereador Alex do PT com Paulo Siufi (PMDB), onde a família Trad foi acusada de criar uma república em Campo Grande. Otávio explicou que ficou revoltado porque os colegas não foram republicanos ao citar a família dele durante uma sessão […]

Arquivo Publicado em 29/08/2013, às 18h56 - Atualizado em 13/07/2020, às 10h50

None
796235480.jpg

O vereador Otávio Trad (PTdoB) criticou na sessão desta quinta-feira (29) o debate feito pelo vereador Alex do PT com Paulo Siufi (PMDB), onde a família Trad foi acusada de criar uma república em Campo Grande. Otávio explicou que ficou revoltado porque os colegas não foram republicanos ao citar a família dele durante uma sessão onde ele não estava presente para defender.

“A geração Trad está há muito tempo na política. Todos enfrentaram o pleito eleitoral. Nelson Trad, Nelsinho Trad, Fábio Trad e Marquinhos Trad. Todos fomos eleitos democraticamente”, defendeu-se. O vereador ressaltou que o ex-secretário de Saúde de Nelsinho, Leandro Mazina, que é pai dele, foi indicado pelo ex-prefeito para um cargo de confiança, mas sempre foi pautado pela gestão na saúde.

“Foi secretário adjunto do ex-prefeito Ludio Coelho. O Mandetta (deputado federal Luiz Henrique Mandetta-DEM) hoje é uma referência nacional. Discordo e tive que fazer o contraponto. Foi uma fala infeliz do Alex, que eu não poderia ficar inerte. Para falar dos outros tem que olhar para a própria casa. A cidade está totalmente descuidada e sem comando”, criticou.

Na sessão de terça-feira (27) Paulo Siufi acusou o prefeito Alcides Bernal (PP) de criar na administração a “República da Maternidade”. O vereador Alex do PT não gostou da acusação e disse que Siufi poderia dar uma aula magna sobre república, já que era primo de Nelsinho, que criou a “República dos Trads” em Campo Grande.

Jornal Midiamax