Geral

Mulher é assaltada em ponto de ônibus recupera a bolsa mas fica sem os documentos

Marcelene Santos Ortega, de 26 anos de idade, passou por momentos complicados na manhã desta terça-feira (17). Ela estava em um ponto de ônibus e foi assaltada por dois homens que estavam em uma motocicleta. Segundo a auxiliar de serviços gerais, ele estava no ponto da rua Ana Luzia de Souza, às 6h15min, próximo ao […]

Arquivo Publicado em 17/12/2013, às 11h40

None
2058004240.jpg

Marcelene Santos Ortega, de 26 anos de idade, passou por momentos complicados na manhã desta terça-feira (17). Ela estava em um ponto de ônibus e foi assaltada por dois homens que estavam em uma motocicleta.

Segundo a auxiliar de serviços gerais, ele estava no ponto da rua Ana Luzia de Souza, às 6h15min, próximo ao posto de saúde quando foi abordada por dois homens em um moto preta. “Não conheço motos mas deu pra ver que tinha as letras HSK na placa”, afirmou.

O garupa, que embora de capacete deu para perceber tratar-se de um homem branco e vestia bermuda jeans e camiseta listrada de branco e rosa, desceu da moto e com um canivete a obrigou a entregar a bolsa. Ela não reagiu, e de posse da bolsa a dupla fugiu em velocidade.

Pouso tempo depois Marcelene recebeu uma ligação de policiais da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário- Depac Piratininga, afirmando que a bolsa havia sido encontrada e deixada no local.

Na delegacia, percebeu que além dos R$ 165 os ladrões haviam levado também todos os seus documentos.

“Estou revoltada. Para que servirão os meus documentos para eles? Já que jogaram a bolsa fora poderiam muito bem ter tirado o dinheiro deixando os documentos. Agora vai ser uma trabalheira para tirar tudo de novo”, disse, enquanto aguardava para formular o Boletim de Ocorrência.

Jornal Midiamax