Geral

Jovem espancado no Itamaracá era agressivo e se envolveu em três brigas no mesmo dia

O jovem espancado até a morte na madrugada de ontem (24), no Jardim Itamaracá, em Campo Grande, era agressivo e se envolveu em três brigas no domingo (23), afirmou o delegado responsável pela investigação do crime, Devair Francisco, da 4ª DP. Para Devair, Rogério Lemes, de 25 anos, se envolveu em duas brigas antes da […]

Arquivo Publicado em 25/06/2013, às 12h48

None
O jovem espancado até a morte na madrugada de ontem (24), no Jardim Itamaracá, em Campo Grande, era agressivo e se envolveu em três brigas no domingo (23), afirmou o delegado responsável pela investigação do crime, Devair Francisco, da 4ª DP.



Para Devair, Rogério Lemes, de 25 anos, se envolveu em duas brigas antes da confusão que culminou na morte dele, por volta da 1h de segunda-feira. A primeira discussão que Rogério particiou foi logo na manhã de domingo.



Dois familiares do rapaz foram ouvidos pela polícia e três pessoas envolvidas no espancamento foram identificadas. Os policiais continuam a fazer diligências no local da morte para encontrar mais pistas.



Um dos familiares que prestou depoimento afirmou que Rogério tinha distúrbio de comportamento, era agressivo e usava remédios controlados. Agora, o delegado pretende descobrir a motivação de Rogério em se envolver em brigas frequentes e o que ele fazia.



O caso



Rogério Lemes foi encontrado espancado e com ferimentos por todo o corpo, os mais graves no rosto e na cabeça, por volta de 1h de ontem (24), no cruzamento das ruas Padre Mussa Tuma e Eufrates, no Jardim Itamaracá.



Policiais militares que encontraram o rapaz constataram que ele estava vivo. O jovem chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), mas morreu antes de chegar ao posto de saúde do bairro Tiradentes.
Jornal Midiamax