Geral

Inquérito irá apurar cobrança de quimioterapia por hospital a pacientes já mortos em MS

Foi convertido o Procedimento Preparatório em Inquérito Civil nº 15/2013 que está apurando eventuais irregularidades noticiadas na reportagem intitulada “Hospital cobra sessões de quimioterapia de pacientes já mortos”, exibida pelo programa Fantástico, no dia 05 de maio deste ano. Com a Operação Sangue Frio, da Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público F...

Arquivo Publicado em 05/12/2013, às 11h14

None

Foi convertido o Procedimento Preparatório em Inquérito Civil nº 15/2013 que está apurando eventuais irregularidades noticiadas na reportagem intitulada “Hospital cobra sessões de quimioterapia de pacientes já mortos”, exibida pelo programa Fantástico, no dia 05 de maio deste ano.

Com a Operação Sangue Frio, da Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal, que denunciou a Máfia do Câncer no início deste ano, várias denúncias foram feitas pela imprensa e posterior auditoria do Ministério da Saúde comprovou a cobrança de quimioterapia pelo Hospital do Câncer de Campo Grande a pacientes já falecidos.

A publicação do inquérito pode ser conferida no Diário Oficial do MPE desta quinta-feira (05) e o processo está disponível para leitura a quem possa interessar na Avenida Ricardo Brandão, nº 232 – Centro de Campo Grande.

A 49ª Promotoria de Justiça da Comarca de Campo Grande/MS está responsável pelo caso, por meio do promotor de Justiça em substituição legal, Henrique Franco Cândia.

Jornal Midiamax