Geral

Idoso é espancado até a morte e tem corpo incendiado em Paranaíba

Darci Gonçalves de Castro, 64 anos, foi encontrado morto na fazenda Barreirinho do Ariranha. Até o momento a informação é que tenha sido um latrocínio e roubo seguido de morte, já que o carro dele foi levado. De acordo com o irmão da vítima, Denildo Gonçalves de Castro, morador também da mesma região, no dia […]

Arquivo Publicado em 23/01/2013, às 14h37

None
2106367358.jpg

Darci Gonçalves de Castro, 64 anos, foi encontrado morto na fazenda Barreirinho do Ariranha. Até o momento a informação é que tenha sido um latrocínio e roubo seguido de morte, já que o carro dele foi levado.


De acordo com o irmão da vítima, Denildo Gonçalves de Castro, morador também da mesma região, no dia anterior ao crime, ele falou com Darci pelo telefone pela última vez por volta das 19h45. Já no dia seguinte, por volta das 9h, um dos vizinhos ao perceber que a porteira da fazenda estava fechada, o que não era de costume do mesmo, desceu até onde a vítima morava ao verificar que a casa estava vazia e com as luzes ainda acesas, se juntou com outros familiares e passaram a procurá-lo pelas proximidades. Após algum tempo procurando por ele, o encontraram caído atrás de um cômodo onde era usado como depósito e utilizado também para moer cana.


Os familiares encontraram o corpo com as mãos e com as pernas amarradas caído no chão, deitado de bruços. Além de diversos ferimentos nas pernas, a vítima apresentava sinais de tortura, tendo ainda queimaduras por todo o corpo, tendo em vista que o(s) bandido(s) após o amarrarem colocou fogo em seu corpo.


Antes de fugir do local o autor deixou uma motocicleta, sem placas, trancada dentro da cozinha da casa da vítima. Em volta da casa o autor varreu as marcas dos pneus da moto e do carro pertencente à vítima que foi utilizado para a fuga.


A vítima foi arrastada por cerca de 15 metros da casa até o local onde foi encontrado morto. Em frente à casa, em baixo de uma mangueira foi encontrado um banco, que segundo os familiares, não pertencia a vítima. Que provavelmente o autor deixou no local, tendo sido utilizado para esperar a vítima. Ainda próximo ao local, um doce de goiaba foi encontrado caído no chão, além de algumas peças de carne que estavam na geladeira, que estavam caídas no chão da área da casa.


Segundo um dos filhos da vítima, na madrugada de ontem ao passar próximo a um hotel, ele viu o carro da vítima com um rapaz dirigindo, mas sem saber do fato ocorrido não se importou, porém algumas horas depois, ao ficar sabendo dos fatos ele se dirigiram até o referido hotel, tendo assim a informação do nome do rapaz que estava hospedado naquele local com o referido carro. A família e a polícia estão agora a procura de maiores informações a fim de chegarem até os envolvidos.


Na tarde de ontem um menor foi apreendido, suspeito de ter participação no crime. Há ainda a suspeita de mais dois envolvidos. A polícia continua com o trabalho de investigações até chegaram na alucidação dos fatos.


Darci morava sozinho desde o falecimento de sua esposa, e sempre foi trabalhador e muito humilde, sendo assim não há indícios de que possa ter se envolvido em alguma confusão, bem como a residência do mesmo era muito humilde, sem possuir nenhum bem senão um Uno ano 91, que foi levado pelos autores.

Jornal Midiamax