Geral

Hemocentro de Dourados convoca doadores antes do feriadão

Os maiores deficits estão nos bancos de sangue das tipagens O e A de fator RH negativo; B e AB positivos

Arquivo Publicado em 26/03/2013, às 12h45

None
115711834.jpg

Os maiores deficits estão nos bancos de sangue das tipagens O e A de fator RH negativo; B e AB positivos

O Hemocentro de Dourados está convocando doadores para suprir o estoque de hemoderivados, especialmente sangues dos tipos O e A de fator RH negativo; B e AB positivos.

Segundo a assistente social Rosa Fernandes, toda doação é bem vinda, já que o serviço será suspenso no feriado nacional de sexta-feira (Feriado da Paixão)e também na quinta, quando os servidores fazem ‘ponte’.

O reforço no estoque no ‘banco de sangue’ é para garantir o abastecimento de hospitais e clínicas de Dourados e mais 20 municípios servidos pelo Hemocentro de Dourados, já que muitos aproveitam o feriadão para submeter-se a cirurgias eletivas e, ainda, por conta do maior fluxo no trânsito em rodovias e nas cidades, é preciso assegurar o estoque de hemoderivados por conta de acidentes, entre outras urgências e emergências.

Interessados em doar sangue devem comparecer ao Hemocentro bem alimentados e munidos de documento de identidade com foto, estar bem de saúde, ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 quilos, não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes e alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

O hemocentro fica na Rua Waldomiro de Souza, 295anexo ao Pam, na Vila Industrial. Mais informações, pelo telefone 3424.4192 ou 0400

INAPTO

Não podem doar sangue, pessoas que tiveram hepatite depois dos 10 anos de idade. Antes dessa idade, a doença não é empecilho porque provavelmente se trata de hepatite A, cujo vírus é eliminado por completo do organismo.

Também não pode doar sangue pessoa que teve hepatite B ou C, portador do vírus da AIDS ou de alguma doença infecciosa transmitida pelo sangue; com diabetes que usam insulina ou anti-hipoglicemiantes por via oral; mulheres grávidas ou que estão amamentando; com febre; peso abaixo de 50 quilos, com mais de 65 anos ou que tiveram perda inexplicada de 10% do peso em um mês.

Não podem doar, ainda, epiléticos ou pessoas com crise de asma; os que tenham passado por cirurgia, recebido transfusão, feito tatuagem ou colocado piercing há menos de um ano.

Quem teve dengue deve aguardar três meses para doar. Pacientes que passaram por exame de endoscopia também devem aguardar um ano para voltar a doar sangue.

EXAMES

O doador é submetido a 13 tipos de exames gratuitos e recebe os resultados 15 dias depois. Se aprovado, passa a fazer parte do cadastro. A doação é um procedimento totalmente seguro.

O volume coletado é de aproximadamente 450 mililitros, menos de 13% do total de sangue do corpo de um adulto. A pessoa não estará se expondo a nenhum risco de contaminação.

Doação de Sangue não engorda nem emagrece, não afina nem engrossa o sangue, além de não exigir mais doações.

ÁLCOOL

O Centro Hemoterápico alerta doadores para que se mantenham longe das bebidas alcoólicas pelo menos 12 horas antes de doar sangue. Alguns sites, como o do Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (INGOH), afirmam que é preciso parar de beber 24 horas antes. Além das bebidas, alimentos gordurosos incluindo o leite, devem ser evitados; cigarros, meia hora de “janela”.

De acordo como o INGOH, “o sangue é uma substância nobre que ainda não pode ser produzido industrialmente e nenhum medicamento o substitui. Todo o sangue doado é separado em seus componentes – concentrado de hemácias, plasma, concentrado de plaquetas, crioprecipitado – e enviado aos hospitais para atender aos casos de emergência e de pacientes internados. Sem sangue, a saúde pública entra em colapso”.

Jornal Midiamax