Geral

Grupos no Facebook criticam lentidão no julgamento de prefeito sob liminar em MS

Eleitores da cidade de Bonito – distante a 300 km de Campo Grande, foram as redes sociais dizer que estão revoltados com a lentidão do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral). A reclamação sobre a demora para julgar o prefeito Leonel Lemos de Souza (PTdoB) que foi cassado e multado em R$ 35 mil pela Justiça, mas […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 17h53

None
570495977.jpg

Eleitores da cidade de Bonito – distante a 300 km de Campo Grande, foram as redes sociais dizer que estão revoltados com a lentidão do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral). A reclamação sobre a demora para julgar o prefeito Leonel Lemos de Souza (PTdoB) que foi cassado e multado em R$ 35 mil pela Justiça, mas administra a cidade sob liminar.

A juíza da 30ª zona eleitoral, Adriana Lampert, cassou e tornou Leleco inelegível. Em um dos processos em que Leleco foi cassado, a magistrada o acusa de ter vendido cerveja por preço abaixo do mercado para conseguir votos, além de abuso de poder econômico e compra de voto.

O prefeito sub-judice, recorreu da sentença no TRE-MS e desde estão a cidade vive a expectativa de uma nova eleição. A lentidão no julgamento tem dado margem a reclamações dos dois lados e a discussão invadiu as redes sociais, com a criação de mais de cinco grupos no Facebook, questionando a morosidade da justiça eleitoral.

No grupo no grupo ‘Bonito: TRE/MS é enrolação! Queremos eleição’, um eleitor de da cidade se queixa sobre uma reunião do pleno do Tribunal, para desafogar essas questões, na qual a pauta estava em branco e nem sessão aconteceu. “O TRE-MS podia ao menos colocar em pauta nessas sessões de segunda e terça a questão que paralisou Bonito…”, postou ele.

Já no grupo ‘Bonito: Eleições limpas, Julgamento Já!TRE/MS/ChegaEnrolação!’ o estágiário da UFMS, Pedro Henrique, reclama em um de seus posts: “Gente!! Bonito não pode mais continuar do jeito que esta dividida só pensando nisso. Pelo bem ou pelo mal o TRE tem que julgar logo essa questão”, comentou. Nesse último grupo os internautas destacam ainda a imagem do prefeito sub-judice, Leleco e da sede do TRE em Campo Grande, com um monte de processos na prateleira.

O grupo “Bonito Sempre Bonito” – um dos mais antigos grupos de discussão da cidade que conta com mais de 1,6 mil membros – a agente de turismo Dária Ortega questiona a morosidade do TRE referente as questões eleitorais da cidade.

“Bonito quer julgamento já sobre a cassação do prefeito Leleco por corrupção: o Tribunal Regional Eleitoral de MS, deve ter até o fim de seu recesso, quatro ou cinco sessões do pleno, contudo, mas insiste em não julgar, pelo bem ou pelo mal, e de fazer o seu papel de julgar os processos que estão parados. O ex-prefeito de Bonito Jose Arthur de Figueiredo, conseguiu adiar tantas vezes até terminar seu mandato sub-judice”, diz ela em parte de seu texto.

Além dos outros grupos criados para discussão política, também aderiram ao debate sobre a demora do julgamento do TRE-MS, o ‘Bonito é o Brasil contra a Corrupção’, ‘Amo Bonito – O Retorno’, e até mesmo um mais descontraído chamado ‘Reclame aqui de quem reclama e não faz P.N.!!ou Apenas Reclame’.

Jornal Midiamax