Geral

Fifa vê atrasos com estádios para fevereiro, mas confia no Itaquerão

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, admitiu que há pequenos atrasos na preparação dos estádios da Copa-2014, sem citar nomes. Mas minimizou o seu efeito na Copa. E falou que, após o acidente, confia que o Itaquerão esteja pronto para o Mundial “Um evento muito triste foi um acidente porque temos que lamentar a perda […]

Arquivo Publicado em 03/12/2013, às 21h28

None

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, admitiu que há pequenos atrasos na preparação dos estádios da Copa-2014, sem citar nomes. Mas minimizou o seu efeito na Copa. E falou que, após o acidente, confia que o Itaquerão esteja pronto para o Mundial

“Um evento muito triste foi um acidente porque temos que lamentar a perda de duas pessoas. Considerando o dano, temos certeza de que ficará pronto”, afirmou Blatter.

“Recebemos um relatórios de que há pequenos atrasos. Mas é tão pequeno que temos certeza de que estará tudo pronto”, disse ele, sobre todas as arenas.

A Fifa ainda tem poucas informações sobre os danos reais no Itaquerão, apenas com dados iniciais de que a estrutura não foi afetada. Mas ainda espera um laudo oficial para saber quanto tempo demorará para ficar pronto.

Luis Fernandez, secretário executivo do Ministério do esporte, endossou o discurso do dirigente máximo da Fifa e disse confiar que o estádio corintiano esteja no Mundial.

“Teremos um relatório sobre isso até o fim da semana permitindo um replanejamento, mas tudo indica que haverá tempo hábil para o estádio e planejamento operacional que virá em seguida. É uma mensagem de confiança”, disse.

“E a confiança em português marca o otimismo e a certeza que temos na entrega para o sucesso da Copa de 2014. E também tem confiança da parceria e respeito mútuo, que é a chave do sucesso para a Copa do Mundo de 2014”, completou.

Em relação aos outros estádios, a Arena da Baixada ficará pronta com atraso de quase um mês, com previsão para o final de janeiro.

O seceretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, reconheceu que a entidade espera a luz verde para a retomada por completo as obras do Itaquerão. Mas disse que, no cenário atual, é de que o jogo de abertura será em São Paulo, sem plano B.

“Estamos esperando o relatório. No nosso meio tempo, temos discussão técnica. Sabemos que depende da luz verde ser dada para construção. O jogo de abertura será jogado em São Paulo. Não estamos em plano emergência. Eles podem entregar a obra. Se o laudo for muito negativo, podemos reavaliar. Mas estamos confiantes de que vai acontecer (o jogo de abertura)”, afirmou o dirigente.

Em relação à Arena da Baixada, Valcke admitiu que é o estádio que enfrenta maiores atrasos. “Em Curitiba, estamos enfrentando a maior parte dos problemas. Não será entregue até o final de fevereiro.” Segundo ele, dois estádios devem ser entregues em fevereiro.

Outro que enfrenta questionamentos é Cuiabá, que também não deve estar pronto no final de dezembro. Assim, são três estádios fora do prazo da Fifa até o final do ano.

Jornal Midiamax