Geral

Estoril diz que cumpre normas de segurança e que idoso morreu devido a uma congestão

A administração do Clube Estoril, onde Ibrahim Moussa Tannous, 83 anos, que de acordo com o clube sofreu uma congestão enquanto nadava, garantiu que os itens de segurança para uso das piscinas.Ibrahim chegou a ser socorrido com vida, porém morreu logo depois no hospital. Conforme a diretora financeira do clube, Maria de Fátima Corando Gabriel, […]

Arquivo Publicado em 04/11/2013, às 19h53

None

A administração do Clube Estoril, onde Ibrahim Moussa Tannous, 83 anos, que de acordo com o clube sofreu uma congestão enquanto nadava, garantiu que os itens de segurança para uso das piscinas.


Conforme a diretora financeira do clube, Maria de Fátima Corando Gabriel, Ibrahim era frequentador assíduo do Clube e neste domingo tinha vindo da chácara de um genro e, quando chegou ao clube para utilizar a piscina. “A água estava muito gelada e no que ele pulou já voltou”, relata.


De acordo com o boletim de ocorrência, um policial civil avistou o homem boiando na piscina do clube, quando fez o resgate com a ajuda de um salva-vidas do local. O corpo de bombeiros foi chamado e fez a reanimação do idoso até a chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).


Congestão é um aumento local do volume de sangue em determinado tecido e pode ser sistêmico na insuficiência cardíaca. De acordo com Fátima, a vítima tinha problemas de coração e, inclusive, seu médico esteve no clube no momento do fato.


Fátima garante que o clube está com alvará para funcionamento em dia, além de possuir três salva-vidas treinados pelo Corpo de Bombeiros, boias, cordas e todo tipo de sinalização necessária para uso do local. 


O presidente do clube, Fernando Gonçalves, é amigo da família e esteve no enterro realizado na tarde desta segunda-feira (04).

Jornal Midiamax