Geral

Em luta dura, Barão finaliza McDonald e mantém o cinturão interino dos galos do UFC

Em uma das lutas mais duras de sua carreira no UFC, Renan Barão mostrou porque está invicto há mais de 30 combates. Após três rounds muito parelhos, ele acertou a posição no quarto round e conseguiu finalizar o norte-americano Michael McDonald, em Londres, mantendo o cinturão interino dos galos do Ultimate, em Londres. “Eu estou […]

Arquivo Publicado em 16/02/2013, às 23h22

None
315323995.jpg

Em uma das lutas mais duras de sua carreira no UFC, Renan Barão mostrou porque está invicto há mais de 30 combates. Após três rounds muito parelhos, ele acertou a posição no quarto round e conseguiu finalizar o norte-americano Michael McDonald, em Londres, mantendo o cinturão interino dos galos do Ultimate, em Londres.



“Eu estou me sentindo muito feliz. Graças a Deus tenho feito um trabalho muito bom, tenho o apoio da minha família. Quero agradecer a todo mundo que me ajudou nos treinos, mandar um beijo pro bairro das Quintas. Natal, é nossa! Dominick Cruz, estou esperando você. Eu quero você!”, disse o brasileiro, ainda no octógono.



Com apenas 22 anos, McDonald veio referendado por nove nocautes na carreira, mesmo sendo tão novo, e o brasileiro sabia os riscos que ele corria. Por isso, veio com cautela, mas sempre muito técnico e com uma grande tática.



Barão dominou o início da luta apostando na quedas. Usou o jogo que os americanos gostam, de derrubar para trabalhar no ground and pound. Mas logo Michael achou o tempo da defesa e esboçou uma reação no segundo round, quando até balançou o brasileiro.



Mas a reação do potiguar foi imediata. Mesmo correndo riscos com as mãos pesadas do rival, Barão foi para a trocação, sempre com boas sequências. Suas fintas com joelhadas voadoras, seguidas por cruzados, foram machucando o rosto do norte-americano.



Com a luta controlada, aproveitou uma investida de McDonald no quarto round e levou a luta para o chão. Como o rival virou para o lado errado ao tentar sair do solo, Renan pegou a posição de katagatame. Era questão de tempo a finalização, que veio com 3min27 do quarto round.


Jornal Midiamax