Geral

Eleito com vantagem de 13 votos, novo prefeito de Figueirão será diplomado na sexta-feira

O prefeito eleito em Figueirão, Neilo Cunha (PMDB) será diplomado na sexta-feira (19). O novo prefeito chega ao posto após uma disputa apertada com Juvenal Consolaro (PTB), em uma diferença de apenas 13 votos. Neilo foi eleito com 1.058 votos, deixando Juvenal Consolaro em segundo lugar, com 1.045 votos. O prazo máximo para a diplomação, […]

Arquivo Publicado em 17/07/2013, às 18h58

None

O prefeito eleito em Figueirão, Neilo Cunha (PMDB) será diplomado na sexta-feira (19). O novo prefeito chega ao posto após uma disputa apertada com Juvenal Consolaro (PTB), em uma diferença de apenas 13 votos. Neilo foi eleito com 1.058 votos, deixando Juvenal Consolaro em segundo lugar, com 1.045 votos.

O prazo máximo para a diplomação, conforme definição do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS), termina no dia 21 de julho. Após a diplomação, fica a cargo das Câmaras Municipais dos municípios citados a definição da data de posse dos eleitos.

Investigação

O Ministério Público investiga uma denúncia de compra de voto contra Neilo. O processo, de número 9520/2013, tem como propósito uma investigação sobre captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico ou político, que pode resultar em aplicação de multa e até pedido de cassação de registro e condenação criminal dos envolvidos.

O Midiamax apurou que o Ministério Público recebeu denúncia de compra de voto por meio de doação de verba para adquirir Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A Justiça eleitoral recebeu um eleitor que teria negociado, por telefone, com um dos candidatos, uma verba a ser depositada em conta corrente para adquirir o documento.

Jornal Midiamax