Dorsa afirma que recusa a aparelho de radioterapia foi conversa informal e não documento

O ex-diretor do HU, José Carlos Dorsa, disse durante acareação na Câmara de vereadores que houve uma conversa informal sobre a recusa ao aparelho e que em nenhum momento foi encaminhado qualquer documento para o Ministério da Saúde. Em 2012, o HU/UFMS rejeitou a doação de um moderno acelerador linear para tratamento de câncer e […]
| 04/07/2013
- 23:29
Dorsa afirma que recusa a aparelho de radioterapia foi conversa informal e não documento

O ex-diretor do HU, José Carlos Dorsa, disse durante acareação na Câmara de vereadores que houve uma conversa informal sobre a recusa ao aparelho e que em nenhum momento foi encaminhado qualquer documento para o Ministério da Saúde. Em 2012, o HU/UFMS rejeitou a doação de um moderno acelerador linear para tratamento de câncer e investimentos em infraestrutura para o setor.

Inconformado com a declaração, o vereador Alex do PT questionou um assunto tão importante ter sido discutido de maneira tão informal pelos dois e disse que ficava envergonhado de ter recebido ‘isso’ como resposta.

O MPF (Ministério Público Federal) teve que entrar na Justiça para que o hospital fosse obrigado a receber a doação do Ministério da Saúde. Na época, a Santa Casa – sob comando da Junta Administrativa ( secretários de saúde estadual Beatriz Dobashi e municipal ) – também recusou o aparelho e os investimentos.

Últimas notícias