Geral

Denar fecha no Guanandi boca de fumo de jovens que vendiam ‘paradinha’ a R$ 10

Um ponto de venda de drogas que funcionava na rua Guariroba, no bairro Guanandi, foi fechado na tarde desta terça-feira (05) por investigadores da DENAR (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). Jeferson Vieira Castilho, 19 anos e Rafael Lima de Souza, 22 anos, acusados de comandar o tráfico no local, foram presos em flagrante. Os […]

Arquivo Publicado em 06/11/2013, às 11h58

None
474025134.jpg

Um ponto de venda de drogas que funcionava na rua Guariroba, no bairro Guanandi, foi fechado na tarde desta terça-feira (05) por investigadores da DENAR (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). Jeferson Vieira Castilho, 19 anos e Rafael Lima de Souza, 22 anos, acusados de comandar o tráfico no local, foram presos em flagrante.


Os suspeitos passaram a ser investigados pelos policiais civis, após inúmeras denúncias anônimas feitas ao DENAR de que os dois utilizavam a casa para vender drogas e que era intenso o movimento de usuários na rua.


Um dos usuários que saia da casa foi abordado, entregou uma pequena porção de pasta base de cocaína aos policiais, e informou que há várias semanas compra a droga no local, por R$ 10 a porção.


Em uma busca na casa os investigadores encontraram e apreenderam uma pequena quantidade de pasta base de cocaína, escondida em um tênis e a quantia de R$ 2.588 mil em notas de baixo valor. Na carteira de Jeferson havia ainda R$ 143 em dinheiro, sendo que ele não soube explicar a origem dos valores.


Na casa de Rafael, na rua Margarida Ferreira de Souza, no Jardim Aero Rancho, os policiais encontraram mais pasta base de cocaína, dividida em pequenas porções, R$ 38 em dinheiro, celulares e petrechos utilizados no preparo de drogas.


Tanto Rafael como Jerferson confirmaram que há dois meses comercializavam drogas no bairro Guanandi. Os dois foram presos e autuados em flagrante por tráfico de drogas, sendo em seguida encaminhados para presídio da Capital, onde permanecem à disposição da justiça.

Jornal Midiamax