Geral

Delcídio diz que aliança de PT com PSDB se consolida em MS e afasta veto nacional em 2014

Pré-candidato ao governo, o senador Delcídio do Amaral (PT) disse que a eleição do novo comando da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) consolida a aliança do PT com o PSDB no Estado. Confiante na continuidade da parceria em 2014, ele, inclusive, afastou veto da direção nacional por conta da rivalidade na […]

Arquivo Publicado em 24/01/2013, às 17h25

None
520098082.JPG

Pré-candidato ao governo, o senador Delcídio do Amaral (PT) disse que a eleição do novo comando da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) consolida a aliança do PT com o PSDB no Estado. Confiante na continuidade da parceria em 2014, ele, inclusive, afastou veto da direção nacional por conta da rivalidade na esfera federal.


“Tem um alinhamento (dos partidos), os prefeitos, está todo mundo junto”, disse Delcídio, dando praticamente como certa a aliança. Na eleição da Assomasul, o prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB), foi eleito presidente, com o apoio do PT. “Consolida cada vez mais essa aproximação entre nós”, avaliou.


Indagado se a intenção de reaproximação do PMDB com os tucanos pode atrapalhar coligação com o PSDB, o senador afirmou não acreditar na possibilidade. “Na verdade, o PMDB perdeu o apoio do PSDB e acho que o PSDB teve razões de sobra pra buscar outro projeto político, porque no projeto político com o PMDB nunca estiveram sentados na mesa da diretoria”, explicou.


Sem veto


Sobre a possibilidade de o PT nacional vetar a aliança por conta da rivalidade no plano federal, o senador lembrou que, em outras ocasiões, a direção liberou a parceria. “PT e PSDB já marcharam juntos no Acre, já marcharam juntos em Alagoas, em Belo Horizonte, já marcharam juntos em vários lugares”, frisou.


Para Delcídio, o argumento de veto parte de quem torce contra a aliança. “Isso é a turma que quer desqualificar, quer dizer que é impossível, dizer que não pode, mas o próprio PT nacional aprovou aliança com o PSDB em vários lugares”, comentou.


Nos bastidores da política, comenta-se sobre a candidatura ao Senado do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) na chapa, comandada por Delcídio. A “dobradinha”, no entanto, não agrada todos os setores dos partidos por avaliarem como incoerente uma parceria, ao mesmo tempo de um provável enfrentamento de tucanos com petistas na briga pela sucessão presidencial.

Jornal Midiamax